Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Desafio das 52 semanas: Semana 25

20817683_bPD0p.jpeg

 

Pronto, como tem sido hábito e vocês já sabem como corre isto por aqui, estou atrasada com o Desafio.... bolas, que eu não gosto mesmo nada de me atrasar!....

Mas como o ditado diz que mais vale tarde do que nunca, aqui vai:

Eu tenho pavor de...

Cobras!!!... Répteis em geral e cobras em particular!... (e desta vez não é vice-versa!)

É uma cena tão visceral que devia ser investigado... Eu nunca fui tocada por uma cobra, pelo menos que saiba, mas pode-se dar o caso de ter sido, ter desmaiado, e ter apagado o episódio da minha memória para minha própria protecção... é uma teoria!

Dizia eu que nunca fui tocada por uma cobra, mas eu sei como é o toque de uma cobra, eu consigo sentir a textura, a forma, e até a mordedura de uma cobra... os meus braços, principalmente o direito, retrai-se com estes pensamentos... consigo mesmo sentir como é ser mordida por uma cobra, o que dói, a pressão das mandíbulas... credo! Só de pensar... fico logo tensa e com os músculos retraídos.

Sou pessoa para não conseguir ver uma fotografia de uma cobra, uma filmagem então nem se fala... ainda há pouco vi um episódio com mortos e feridos e ossos a partirem e sangue e tudo e tudo... o que me fez abrir a pestana à noite e ter dificuldade em adormecer, e a só o conseguir fazer depois de acender a luz 10 vezes para confirmar se estava tudo bem?!?... Uma cobra! O episódio tinha uma cobra cascavel... daquelas cor de areia, com um gizo no rabo...

E sei tudo, ou quase, sobre cobras... tipos de cobras, pesos, habitat, formatos de cabeça, dentes...

Eu se calhar devia ser estudada... ou então internada... ou ambas... 



Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Ela levou com ela o meu coração...

Esta semana entrei em modo "viver fora do corpo"... hoje dou por mim com o meu coração a viver fora do peito, agarrado pela minha mão esquerda, que preciso da direita para escrever e fazer cenas várias, e ele tem de ficar na mão que o chão tem germes e bactérias e os bolsos são pequenos para tão grande coração... apesar de hoje ele estar bastante encolhido e pequenino... pobre coração de mãe!!!

Quem te mandou ser mãe, oh Marquesa, quem?... quem te mandou acabar com a boa vida, o sossego, as despreocupações em geral e em particular também, quem?!?... onde estavas tu com a cabeça quando há 15 anos pensaste: giro, giro era ser mãe?!?!... Arre porra que começou o desassossego, catano! 

Hoje, esta que vos escreve levantou-se às 4 horas da madrugada  para ir levar a aspirante mai'velha! Onde, onde?... perguntam vocês... ai catano... ao aeroporto, chiça! A minha bebé pequenina, a minha menina mai'linda, que ainda ontem aprendeu a falar e a andar e essas coisas todas, hoje foi de viagem para o estrangeiro de fora com a escola... ou melhor, com a escola não porque é pesada e o excesso de peso paga-se bem... foi com os colegas e uns professores... saberão estes professores tomar bem conta da minha menina?!... ai senhores que afinal o meu coração não está na mão esquerda, ela levou-o com ela! O meu coração está por aí, viajou hoje de avião sem mim, e anda algures pela Europa nas mãos de uma jovem adolescente!...O meu coração viajou com a minha bebé para dela tomar conta!!

Vocês perdoem-me qualquer coisinha por estes dias, bale? Que isto de andar de um lado para o outro sem coração não é tarefa fácil...

Onde andava eu com a cabeça quando decidi que giro, giro era ser mãe?... Porra! Quem é mãe/pai de bebés, não se queixe com as noites mal dormidas, quando crescem as noites deixarão de ser mal dormidas para não serem dormidas de todo... vão por mim e aproveitem!...

Acho que vou ali tomar um xanax, ou assim para só acordar quando ela regressar... 

Moro num país tropical...

Moro num país tropical, abençoado por Deus e lá-lá-lá-lá.....

Aqui os meus deuses não dormem, pessoas! Não sei como é com os vossos, mas os meus estão sempre a postos e prontos a servirem-me.... não querem que me falte nada, os fofos!

Vocês sabem, que são pessoas atentas, que aqui a vossa Marquesa anda a chorar pelos cantos uma ida aos trópicos (e a chorar outras coisas mas isso agora não vem ao caso)... Vocês sabem (não sabem, mas eu digo-vos) que já não vou aos trópicos vai pra-lá-de-uma-vida, que é como quem diz já muitos nasceram e morreram entretanto... já foi há tanto tempo que já nem sei se me recordo do caminho ou se não terei de me fiar no GPS (esse querido com voz de gaja que me diz para onde ir e eu, obediente, vou) da próxima vez que quiser lá ir. Acho que a última vez que fui aos trópicos ainda a República não tinha nascido e ainda se escrevia muita coisa com PH (não vos digo o quê, pesquisem, masé)... é o que dá passar de rica a pé de chinelo... não que eu quando era rica não fosse pé de chinelo que era, não há nada melhor do que andar de chinelo no pé, senhores! Mas ao menos tinha buéda cenas, e viajava... ai que saudades de viajar... agora, até para ir à Costa de Caparica tenho de contar os trocos, camandro!

Bem, mas dizia-vos eu, os meus deuses, anjos e santos e... essa malta toda que zela por mim, resolveu que, a saber: dinheirinho não, que conspurca as pessoas, viagens também não que depois toda a gente morre de saudades de sua Marquesa, então vai daí mandaram vir os trópicos para este belo jardim à beira-mar plantado, o nosso Portugal!

Esta noite, people, eu até consegui ouvir o reggae a tocar entre os trovões, e o cheiro a diaba molhada (cheiro a cão molhado é do pior...) a ser substituído pelo cheiro a praia e maresia... o batido matinal quase me soube a água de côco... mentira, que eu não gosto de água de côco, soube a batido de beterraba mesmo e ainda bem. E vai daí que hoje acordei a pensar que estava no Brasil, Caraíbas, Moçambique... sei lá, num qualquer país tropical cheio de calor, chuva e trovoada da grossa... mas afinal estava no mesmo sítio onde tinha adormecido... o palácio!...

Os meus deuses têm um lema: "Se Maomé não vai à montanha vai a montanha a Maomé", eu não sei o que Maomé acha disto, mas eu prefiro ir aos trópicos do que os trópicos venham até mim...

Ps: O pior disto tudo, senhores, atentem nesta desgraça, é que a fruta de Verão este ano vai ser uma bosta (sim, escrito assim mesmo! Há que chamar a bosta de bosta!) por causa deste tempo de cocó... (sim, há bosta e cocó escritos na mesma frase).

É a dar tudo...

Agora é que é, caraças! Agora é que ninguém me segura... talvez seja melhor ir mais devagar, catano! Ainda me aleijo, masé!

Fui onde, fui onde?!... Alvíssaras para todos!!! Ao dótore, claro! Onde mais haveria de ser?... já que as Caraíbas estão caras e agora diz que está lá Inverno...

Pois que fui ao dótore, pois que me mudou alguma medicação (para quem chegou agora, eu para além de doida tenho uma doença crónica ao nível das auto-imunes), pois que me falou de novo na alimentação e.... e... e.... vocês segurem-se que isto vai ser duro! Vai ser como levar com uma tábua com ferros nas fuças a alta velocidade... (pelo menos para mim foi!) e... e... exercício físico!

Ohhhhhhh (desilusão nas vossas bonitas faces... que eu vejo tudo!)!!!!! Ohhhhhhhh!!!!!!.... Só isso?!?.... mas ele já não te tinha dito isso?!.... Maisómenos... ele tinha dito que eu tenho de fazer exercício físico, ponto! E eu tive um pequeno avc perante tal perspectiva... agora disse-me assim, atentem, senhores, atentem:

- Tem de fazer exercício físico TODOS OS DIAS!!!

Claro que tive de ser reanimada! O que vale é que o dótore sabe reanimar pessoas... foi a minha sorte, e a vossa se não já não me poderiam ler e o que seria de vós sem a minha escrita?!...

Já recomposta o dótore continuou, como se nada se tivesse passado... eu ainda olhei para trás não fosse alguém estar ali posicionado e o dótore estar a consultar duas pessoas ao mesmo tempo (há que rentabilizar.)... mas não estava ninguém! Ele estava mesmo a falar comigo...

- Tem de fazer exercício físico todos os dias, e ir da cama para o sofá não conta como caminhada.... Ora bem... tem de fazer uma actividade que fortaleça os músculos e corrija a postura, tipo Pilates ou Yoga, por exemplo (e eu neste momento saí do meu corpo, planei por cima da sala e fiquei lá num cantinho a levitar e a ver o dótore a debitar assunto para aquela desgraçada que ali estava...), tem de fazer uma actividade mais cárdio, tipo natação, corrida (ahahahahhahahahahah!!!! Só se vier um rinoceronte atrás de mim... diz que são agressivos e correm bastante), luta (ahahahahahhahahahahah!!!!!!! Eu, sou da paz!), dança (ahahahahhahaha!!!! Já em delírio... eu tenho dois pés esquerdos, e dançar cansa muito, catano!), e ainda tem de fazer uma actividade de meditação (pronto! Agora já estamos a falar a mesma linguagem! Essa eu sou capaz de fazer!.... "Ahhh... mas também tem de fazer as outras".... chato, camandro! Eu pago-lhe para ele me tratar assim?!...).

De maneiras que a minha vida agora vai ser isto... só não sei é quando... ele isso não me disse e eu não perguntei... pode ser depois de falecer?... é que se for antes eu sou capaz de me finar com tanto exercício físico... e tenho para mim que o meu organismo é capaz de me abandonar e fugir de casa com tanta actividade... pode mesmo ser considerado maus tratos, não pode?...

Claro que esta epopeia começou bem, nem vocês esperavam outra coisa, não é?... Ontem, chegada ao palácio fui-me entreter no Instagram, esse paraíso de gente fitness e saudável, e deparo-me com uma página de uma lade que faz crossfit e é fitness e treina todos os dias (esta malta não faz exercício físico, esta malta treina, minha gente!... é todo um outro nível!... ainda hei-de lá chegar... ou não!), e tudo e tudo, e... estava lesionada! Aleijou-se! Doía-lhe um ombro, oh lá o que era... E eu, porra! Coitada! E o dótore quer que eu me meta nisto (sim, ele também me falou em crossfit, mas eu nessa altura já estava a levitar e a ouvi-lo lá ao longe, como nos sonhos... uma voz distante e distorcida...)?... esta jovem, que tem menos 20 anos que eu (ela era criança, tinha uns 5 anos, mais ou menos...), é toda fitness, não tem preocupações nem doenças, nem artroses, nem artrites, nem bicos de papagaio, nem as cruzes enferrujadas, aleija-se assim, o que me acontecerá a mim?!...

Eu acho que se conseguir ir da cama para o sofá e vice-versa, pelo menos 3 vezes ao dia, serve como actividade física de alta intensidade e não deve aleijar tanto...

Follow Friday... a uma quarta-feira!! Obrigada, Bruxa Mimi!

Pois que a querida Bruxa Mimi, destacou este pequeno blog como um blog a ler... e eu fiquei tão contente!!!  Tão orgulhosa!!! E tão nervosa com tamanha responsabilidade!!! Não sei se este pequeno espacinho, onde vou debitando umas parvoíces é digno de tamanha honra... mas fico mesmo muito feliz por a Bruxa Mimi considerar que sim!

Já foi na outra sexta-feira... e eu aqui atrasada neste reconhecimento e neste agradecimento... os meus atrasos já não são propriamente uma novidade para vocês... eu sou super pontual ao nível de chegar a horas aos locais mas tenho um problema com prazos... é verdade! E devia tratar deste pequeno problema... detesto deixar as pessoas à espera! Verdade!

Verdade é também que o blog da Bruxa Mimi deve ser lido por todos porque é mesmo espectacular! A Bruxa Mimi tem 4 filhos, catano! Benzádeus e à sua infinita paciência!... e conta as aventuras da sua família no seu blog Alheia a Tudo ou Talvez Não, e a quem não for lá espreitar nasce uma verruga mesmo preta na ponta do nariz e uma cauda gigante (vocês sabem onde)... Por isso, minha gente, é ir! É ir lá espreitar! Eu, pelo sim, pelo não, vou quase todos os dias!

Quando forem, digam que vêm daqui que ela oferece-vos um cházinho... ou não! 

Beijinhos, querida Bruxa Mimi

É artes, senhores, é artes!!!

Aqui estou eu a transbordar de orgulho da aspirante 'mai velha!... coisa 'mai linda da sua mãe... benzádeus!

A minha aspirante 'mai velha está a terminar o 9º ano. Vai daí teve de fazer testes psicotécnicos e coiso para saber as suas aptidões... foi fazer só porque faz parte do projecto da escola e é grátis, e grátis já se sabe... agenteaceita-quase-tudo, ?

Isto porque a minha 'mai velha, cutxi-cutxi da sua mãe, já sabe há c'anos que quer ir para artes. Por isso, fosse qual fosse o resultado ela estava decidida. E como nós aqui pelo palácio achamos que há coisas que quem tem de decidir são elas, tais como a profissão que querem seguir... são elas e não nós quem tem de gramar com aquilo toda uma vida, por isso não podemos decidir por elas. Estava mais do que decidido que se queres artes, artes terás.

Mas ontem lá fomos, saber do resultado dos testes... a minha coisa linda de sua mãe, a mais maravilhosa, a mais fófi-fófi... a bem dizer é um espectáculo! A dôtora disse que ela está acima da média... que ela em querendo tem 5 a tudo... que ela tem um probleminha, tal qual sua mãezinha, de pouca crença nela, mas que ela pode tudo!... ai orgulho da mãe!!! E ainda por cima desenha bem como... como... como só ela, é o que é! Nisso não sai à sua mãezinha que nem um risco direito consegue fazer, coitada!

O resultado do teste, perguntam vocês extremamente ansiosos, com tremeliques de ansiedade e a hiperventilar.... Pois foi artes!!! Artes sem margem para dúvidas. Com um resultado de prái 90%... a miúda estava com medo... havia colegas a quem lhes deu todos os resultados menos aquilo que eles gostariam efectivamente de fazer. Mas esta minha menina sempre foi decidida. E tenho a certeza que será um sucesso e só descansará quando chegar onde quer. Vocês ainda me vão tentar pôr uma cunha para eu vos arranjar um autógrafo... esperem para ver... 

Antes as Caraíbas!

Aiiiiiii, pessoas.... vocês sabem lá o que tem sido a minha vida nestas duas últimas semanas... sabem lá!!... Gostava tanto de vos dizer que estive nas Caraíbas a banhar-me ao sol e nas suas águas tépidas e azuis turquesa, rodeada de iguanas e peixinhos tropicais, a beber uma piña colada e a ouvir reggae.... mas não! Nada disso... a minha vida foi passada entre algum (pouco) trabalho e uma tristeza profunda.

É! Foi isso! Uma apatia, uma tristeza que veio de dentro e que me me fez parar e não conseguir fazer nada. Mas o que é que te aconteceu, cara Marquesa? Nada! Não aconteceu nada! Ou melhor, aconteceu tudo... tudo o que tem vindo a acontecer desde há uns tempos... a doença, a falta de trabalho, a consequente falta de dinheiro, as preocupações... começa-se a entrar numa espiral descendente difícil. Tem-me safado a minha psicóloga e as consultas semanais.

Tenho-me "obrigado" a reagir, a fazer coisas, mesmo que poucas, a fazê-las. Uma das coisas que tenho feito é ler-vos. Sigo alguns de vós, muitos me arrancam sorrisos, outros fazem-me pensar, outros, como a querida Bruxa Mimi que me referiu como um dos blogues a ler, que me enchem o coração!  (Sobre esta tão honrosa nomeação falarei num post próprio, pois merece e eu estou tão grata!) De uma forma ou de outra têm-me ajudado e por isso vos quero agradecer.

Uma das coisas que tenho sempre em mente e que muitas vezes não consigo cumprir, mas que me faz tão bem, é escrever. Adoro escrever, adoro ler, e estar aqui a escrever-vos e a ler-vos é tão, mas tão bom! Um dos meus compromissos é fazê-lo todos os dias! Terei de o fazer, algumas vezes, como um remédio. Um remédio bom que, ainda por cima, não tem efeitos indesejáveis.

Entre esta profunda tristeza a minha vida não parou... nunca pára, catano! Nem consigo deprimir em condições... Cortei o cabelo (não sei se gosto! Acho que não!), fui ao baile de finalistas da aspirante mai'velha, fui a médicos (claro! O que seria a vida deles sem mim?... Ah pois... disto ninguém fala...), fui chorar para a minha psicóloga! Também me ri... já vos disse que não consigo deprimir em condições! Eu, às vezes, tenho uma tendência para rir em vez de chorar... antes isso!

Camandro, agora que me leio acho que vou ali dentro deprimir mais um bocadinho com esta perspetiva de não conseguir deprimir em condições...

Não sou pessoa de uma força gigante, acho eu!, mas tenho uma capacidade gigante, qual Fénix, de renascer das cinzas... estes últimos dias foram mais difíceis, o meu renascimento demorou um pouco mais... normalmente é no dia seguinte à "morte"... mas cá estou eu, de novo! Espero assim manter-me por muito tempo.

Da próxima vez que me ausentar, amigos, que seja mesmo para ir até às Caraíbas, Nova Iorque, Maldivas... ou Algarve! Também pode ser!

Ps: Uma mensagem que quero deixar a todos: Se quando nos dói os dentes vamos ao dentista, quando estamos doentes vamos ao médico, a depressão é também ela uma doença e não um estado de espírito e como tal devemos ir ao psicólogo. Eu não estou com depressão, estive e tenho frequentemente estados depressivos. A minha vida não tem sido fácil, mas estou a ser acompanhada para que não só não desenvolva uma depressão como para ultrapassar todas estas questões que me deitam abaixo e me deixam doente.

Desafio das 52 semanas: Semana 24

20817683_bPD0p.jpeg

 

 

Isto hoje é que é, camandro! Duas publicações de desafio assim, de seguida! Já dizia o outro (é aquele que ninguém sabe quem é, mas que é de uma sabedoria superior) que não há fome que não dê em fartura! Deus, Santos, Maomé, Buda, Shiva e todos o ouçam... Amem!

Ora o desafio desta semana é... Os meus casais preferidos...

Pois são aqueles que se amam, respeitam e caminham lado a lado. Gosto de casais que se riem, que se riem juntos, das mesmas coisas. Gosto de casais que se amam, que estão apaixonados, que estão juntos na sua essência e não apenas fisicamente. Que partilham a vida, com respeito pelo espaço um do outro. Que se zangam mas que sabem fazer as pazes. Que não são perfeitos mas que encontram forma de ser felizes nesta imperfeição. Que não fazem fretes, mas que fazem cedências. Que estão juntos para sempre, sendo que o sempre tem a relatividade própria do tempo... o importante é que enquanto estão juntos estão-no sempre, de forma inteira.

Os meus casais preferidos são os casais reais. Bonitos, feios (tão relativo), altos, baixos, famosos, anónimos, louros, morenos, heterossexuais, homossexuais, da mesma raça, de raça diferente ou multirraciais, iguais, diferentes... são casais autênticos em tudo o que é ser um casal...

Os meus casais preferidos são os casais que se amam!


Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 23

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ai catano, agora é que foi!!!! Agora é que rebentei com tudo e tornei imperdoável a minha acção... Como assim já passaram 2 semanas desde o último desafio?!... e eu aqui... sem publicar nada! Nadica de nada! E vocês em ânsias, em desespero... Ai chiça que isto não se faz.... Oh amigos, vocês não iam querer nada que eu vos escrevesse sobre desafios nas semanas transactas... Ia ser muito mau para todos vós... Mas depois conto-vos tudo! Agora vamos ao que interessa.... Tcharaaaammmmmm....

Coisas que me incomodam no mundo contemporâneo....

Ora bem, assim de repente, e dado que eu não conheço outro mundo que não o contemporâneo... ou melhor, conheço mas é dos livros... e uma pessoa já sabe que os livros podem mentir, ou melhor, quem os escreve pode mentir... e nisto eu sou como o São Tomé: Ver para Crer, ou melhor viver para sentir e opinar... Nisto eu sou boa: Opinar! Podia bem ser a minha profissão: Opinadora!

Bem, mas voltemos ao desafio:

Coisas que me incomodam no mundo em geral e no contemporâneo em particular... ou ao contrário, como queiram!

Chateia-me à brava ainda não terem inventado o tele-transporte. Fónix, anda um indivíduo (eu!) durante anos (27) a sonhar com a entrada no novo milénio, a achar que em 2000 é que era, as grandes invenções, carros voadores, naves espaciais, pessoas a comunicarem por telepatia e o tele-transporte... e nada! Nada! Porra! Eu estou capaz de ir pedir uma indemnização aos realizadores e produtores de Hollywood que bem me enganaram durante anos!

Inventam tudo! Tudo, mesmo! Preservativos coloridos e fluorescentes, máquinas que cozinham sozinhas, carros eléctricos, cura para doenças, medicamentos espectaculares todos xpto, sapatos anti bolhas, bolas de futebol de nova geração que marcam golos sozinhas (ah!! Isto ainda não inventaram?!... Olha, também é pena! Acabavam-se os ordenados milionários a jogadores e metade da podridão no futebol) e aquilo que é realmente importante, como o tele-transporte, nada!

Isto são cenas que me incomodam mesmo muito no mundo contemporâneo! Estamos em 2018, caneco! Parece que ainda estamos em 1999... Lembram-se da série "Espaço 1999"?... pois... como vêem mentiram-nos bem!... a bem da verdade, ainda bem, que não me apetecia nada andar vestida com aquelas fatiotas.

Depois, há tudo o que me incomoda e muito, mas não tem que ver com o mundo contemporâneo mas sim com as pessoas em geral e o ser humano em particular... atitudes (ou falta delas), valores, ética, cidadania, etc, etc...

 

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 22

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ora então cá vamos nós para mais um post do Desafio das 52 Semanas.
Desta vez a blogsfera quer saber o que o meu frigorífico tem de ter... cuscos, masé! 

O meu frigorífico tem de ter...

Em primeiríssimo lugar tem de ter capacidade de refrigeração. Parece um non sense, mas isso é porque vocês nunca tiveram um frigorífico incapaz de tal feito, como eu já tive! Sabem lá o que é pôr os iogurtes no frigorífico e comê-los assim morninhos em pleno Verão... Ah pois é... Parece-me que esta tem de ser a sua primeira e indiscutível capacidade;

Tem de ter sistema No Frost, detesto a cena de tudo congelado e cheio de gelo e tudo colado... bléac!!!;

O meu frigorífico também tem de ter congelador... o palácio não é grande e como tal não consigo ter uma arca, por isso o congelador incorporado dá muito jeito, sim senhora!;

Depois o meu frigorífico tem de ter a capacidade de se limpar sozinho... isto é que é mais difícil, parece que ainda não inventaram nenhum... lá tenho eu de o limpar de vez em quando.... chiça! Detesto!;

E ainda, e isto deveria ser obrigatório em frigoríficos que vêm morar cá para casa, tem de ter a capacidade de não descongelar tudo numa semana apenas... Raisparta o frigorífico betinho, ó caraças, que não se aguenta uma semana sem descongelar... Então mas o que aconteceu, queridíssima Marquesa?... Há uns anos, eu e o senhor Marquês fomos uma semana de viagem.... e do que é que nos lembrámos?... que ideia fantástica tivemos?... Isso! Desligar o gás, a água e já que vamos de embalo toca a desligar a luz também.... não conto como foi o regresso a casa... isto porque o nosso frigorífico é parvo, dado a chiliques... se fosse um frigorífico a sério não tinha descongelado em apenas 1 semana...

Dá jeitinho que também tenha comidinha e bebidinha, que é para isso que o frigorífico serve, não é verdade?

Acho que quanto a aptidões do frigorífico é tudo!

Eu sei que vocês queriam mesmo era saber o que esconde o meu frigorífico ao nível da comida... mas isso nem eu sei, por vezes! É sempre um drama para o qual eu não estou apta. O que é o jantar? O que é o almoço? Decididamente não nasci para dona de casa... eu sou Marquesa, catano!



Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano