Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Saudades vossas...

Ora, mesmo que vocês não estejam com saudades minhas eu estou com saudades vossas... e, pode parecer estranho, mas tenho pensado em vós e neste cantinho todos os dias! A verdade é que estes dias têm sido conturbados, estive de cama até sexta-feira e ainda não estou completamente fina!

Hoje vou trabalhar! Enquanto vocês brindam à chegada do ano novo eu estarei a fazer uma das coisas que mais gosto: trabalhar! Trabalho no que gosto, naquilo que escolhi fazer! Espero que entrar o ano a trabalhar me traga muitos trabalhos para 2019! Vocês torçam por mim!

Isto é tudo o que eu tenho para vos dizer hoje......

......

......

não é nada, catano!

Bom Ano, pessoas giras! Eu não podia terminar 2018 e iniciar 2019 sem vos desejar um ano fantástico, cheio de projecto e concretizações, saúde, amor é tuditudo!!!!

Até 2019!!!!

Feliz Natal... eu hei-de cá vir!

Estou com uma gripe du catano, trabalho até às orelhas, prendas de Natal por comprar, o dia-a-dia que teima em acontecer como se nada fosse (e ainda bem!), montes de comentários por aprovar e responder (mentira! São só alguns mas são os mais importantes porque são os vossos), e eu sem tempo para me assoar (e o que vai para aqui de ranho, senhores...)...

Daqui a pouco é Natal e eu sem tempo para vir aqui desejar-vos um Feliz Natal, com muita saudinha, filhós, rabanadas, bolo-rei, todas as cenas as que têm direito... ah! E prendas!!! 🎁

Mas esperem, eu hei-de liquidar este ranho, comprar as prendas que faltam (basicamente todas), pôr-me fina (ahahahahaha!!! Isto é uma metáfora, bale?... pôr-me fina é coisa para demorar meses... ou mais, se continuar a enfardar chocolates desta maneira...), e então sim, vir desejar-vos um Feliz Natal em condições! Me aguardem...

Ninguém merece!

Amanhã tenho cabeleireiro às 8:30h da manhã... ninguém merece! Nem mesmo eu, catano! Ainda por cima estou engripada!!! 🤒 Ainda por cima detesto ir ao cabeleireiro... mas tem de ser... cheguei ao ponto em que não dá mais!...

Pronto era só isto! Agora vou-me mentalizar para a cena!

O álcool mata!

O álcool mata! E isto não está, ainda, nas mentes das pessoas. A campanha de alerta para os perigos do álcool restringe-se à condução, a famosa frase "se conduzir não beba ou se beber não conduza" é nossa conhecida. Mas o álcool não mata só nas estradas! O álcool mata em casa, na rua, na taberna, nas festas, nos empregos, nas escolas, nos almoços e jantares... o álcool mata e pode ser uma morte lenta!

O álcool mata não só quem bebe! O álcool mata famílias inteiras, pais, filhos, cônjuges... O álcool mata amigos, vizinhos, colegas... o álcool mata as empresas, a economia, as sociedades...

O álcool é uma droga socialmente aceite. Não é uma droga apenas porque é alterador do estado de consciência, não! É uma droga porque cria dependência, porque destrói tudo à sua volta.

O alcoólico não é apenas o bêbado da taberna, não é sequer a pessoa que bebe uns copos de vez em quando, nem tampouco aquele que bebe em excesso, não é o pobre coitado que vive na barraca, não!... o alcoólico é um adicto! É uma pessoa que tem uma doença grave, que mata, mas tem tratamento: a adicção! O alcoólico pode ser pobre ou rico, homem ou mulher, viver no campo ou na cidade, ser analfabeto ou doutorado... O alcoólico não tem de ter força de vontade, não tem de apenas beber um copo, não tem de se controlar... o alcoólico tem de se tratar! Tem de procurar ajuda médica! Ninguém pode tratar do alcoólico... infelizmente ninguém pode fazer nada por ele!

Eu sei bem do que falo! Vivi de perto o alcoolismo, não na primeira pessoa mas como familiar... poderia ter morrido... não morri fisicamente mas morri muito por dentro! O alcoolismo do meu familiar próximo (directo mesmo) destruiu-me para nunca mais recuperar! Matou a nossa relação como ela era... há mágoas que eu não consigo ultrapassar, há uma dor que eu não consigo contornar! Já perdoei, claro! A pessoa estava doente! Tratou-se, felizmente! Procurou ajuda! Eu nada podia fazer por ela! Nem eu nem ninguém! Mas ela podia, e fez! O álcool mata!

É preciso de uma vez por todas alertar a sociedade, as famílias, o pessoal da saúde (médicos, enfermeiros, farmacêuticos, terapeutas, psicólogos...) para esta realidade. Parece estranho, mas é verdade!, a comunidade médica está a anos luz de saber o que é o alcoolismo e como se trata. Há muitos anos, quando tentava lidar com o alcoolismo deste familiar, ouvi muitos médicos, enfermeiros... sei lá!, malta da saúde que me diziam coisas inacreditáveis... tive de chamar muitas vezes o 112 para socorrer esta pessoa, conheci muitos médicos, alguns, pasmem-se, psiquiatras, que me diziam coisas como: "Um copo de vinho à refeição não faz mal!" ou "não há aqui um problema de alcoolismo, o problema é a depressão!"... enfim, não vos vou dizer o chorrilho de disparates que ouvi. Claro que estes profissionais agem na sua boa fé, mas precisam de mais informação e formação. Os Alcoólicos Anónimos prestam um serviço inestimável à sociedade, fazem acções de informação pública, fazem reuniões abertas à família, têm reuniões específicas para famílias, dão formação a profissionais de saúde (estes é que estão pouco abertos a recebê-las)... Este ponto, sobre a relação da família com o alcoólico merece um post. Vou fazê-lo!

O alcoólico vive ao nosso lado, senta-se ao nosso lado no restaurante, no comboio, no autocarro, vai buscar o seu filho à escola do nosso filho, fala connosco, pode ser educado, cordial ou mal-educado (como qualquer pessoa)... 

O álcool mata! Já vi alguns morrerem devido ao álcool! Há pouco tempo morreu um vizinho meu! 40 e poucos anos, viúvo e com 2 filhos, classe média, com estudos... morreu porque o álcool mata! Deixou 2 menores órfãos! Não fez de propósito, mas estes 2 miúdos ficaram sem pai, já não tinham mãe. Este pai, vizinho, amigo, filho, colega, morreu! Porque o álcool mata! Não morreu de acidente. Não caiu, não bateu com o carro, não se afogou numa piscina, não! O coração dele não aguentou tanto álcool e optou por deixar de bater! O coração dele recusou-se a continuar a bater, a esforçar-se por sobreviver... o álcool matou-o!

Este pai, vizinho, amigo, filho, colega, não batia em ninguém! Não fazia escândalos! Não gritava! Não tratava mal ninguém! Não dormia na sarjeta! Não caía na rua! 

Este pai, vizinho, amigo, filho, colega, tinha uma doença! E, ao contrário de muitas doenças, esta tem tratamento!

O álcool mata!

Ps. Se conhecem alguém que tem problemas com o álcool, famílias que precisam de ajuda, por favor encaminhem, os Alcoólicos Anónimos têm as portas abertas para quem quer ajuda!
 

Desafio das 52 semanas - Semana 49

20817683_bPD0p.jpeg

Pessoooaaaasssss..... estavam com saudades minhas?... eu sei que não! Para além do mais acabei de publicar a Tag das 50 perguntas... Mas hoje é segunda-feira, o meu dia de desafio das 52 semanas!!! Por isso, cá estou para vos dar a conhecer mais um pouquinho de mim.... Aláber....

Lugares do mundo que eu gostaria de conhecer...

Ora, eu gostaria de conhecer o mundo inteiro! Eu seria menina, se a minha carteira o permitisse ou arranjasse um patrocinador à altura, para viajar assim prá lá de um balúrdio!...

No entanto, e como não sou mal agradecida, não me posso queixar muito! De todos os continentes (eu sei que são só 5), só me falta ir à Oceânia.... fui uma privilegiada até ter ficado pobre, catano! Ser pobre é uma miséria, passo a redundância... É certo que na Ásia só estive num bocadinho, na Turquia, mas não deixa de ser Ásia, verdade?

Para que vocês vejam que eu sou moça modesta e pouco exigente, podem-me oferecer a viagem que vos aprouver.... claro que há sítios pelos quais tenho preferência.

Quero muito, mesmo muito, regressar a Nova Iorque (quem me segue está careca - sim, sou responsável pela cálvice dos leitores deste blog - de saber isto... quem não me segue... coitado!, é passar a seguir se quer ser feliz! Até lá é ler aqui....); Podia ser já na noite da passagem de ano mas não vai dar porque vou trabalhar!! Oh Yeahhhh!!!! É! Estou contente por ir trabalhar!

Londres!!!! Ai, a minha cidade preferida logo a seguir a Lisboa!!! Foi a última viagem que fiz... já lá vão 3 anos! Já lá fui 4 vezes, mas como diz o ditado não há 4 sem 1000, não é verdade?

Moçambique! Também quero regressar a Moçambique, mas desta vez para ver ojanimais da selva!

Caraíbas! Ir às Caraíbas é sempre uma festa! A voltar e de preferência num cruzeiro, não há melhor forma de conhecer as Caraíbas!

Agora sítios novos, onde ainda não fui! (os anteriores foram só para vocês verem que eu sou muito viajada!... e ainda lá faltam alguns sítios!... pumbas!!!!), a saber:

- Amsterdão; Florença; Praga; Budapeste; Viena; São Tomé e Príncipe...

Sítios onde eu gostava de ir mas tenho miaúfa (se quiserem clicar e saber porquê, estejam à vontade) são muito longe: Austrália e Nova Zelândia.

E a modos que é isto... a minha Árvore de Natal está a aguardar o envelope com as passagens e hotéis... perguntaram por algum motivo, certo?... agora é chegar à frente, fáxavore!!!


Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Tag 50 perguntas #3

Ora cá estou eu de novo para continuar o desafio das 50 perguntas!
Fui nomeada pela Joana, quem ainda não conhece o blog da Joana (que ainda por cima está ainda mais giro) é um ovo podre!!! Eu, como sou uma macaca de imitação, resolvi fazer este desafio como ela, em tranches de 10 perguntas cada... hoje é a 3ª tranche!

Ora, cá vai disto...

Uma frase que a tua mãe diz sempre...

Pois, assim de repente... não sei!... hummmm.... eu fui criada pela minha avó, e ela dizia muitas vezes: "Estás-me a atazanar o juízo!"... atazanar era um verbo que a minha avó usava muito! E é um verbo que eu adoro!

A minha mãe... ah! Já sei: "Espera aí um bocadinho..." e e-n-e-r-v-a-m-e tanto, catano!!!! Estar com ela ao telefone é certo e sabido que a determinada altura ela dir-me-á: "Espera aí um bocadinho..."... A minha mãe passa metade da sua vida ao telefone, e não é telefonista!, só porque sim!, e enquanto fala ao telefone está sempre a fazer 3 biliões e meio de outras coisas, como fazer compras na mercearia, estar nos CTT, na farmácia à espera de ser atendida... e então há sempre algo para interromper o telefonema... "espera aí um bocadinho...". Já lhe disse "melher, quando tiveres vagar tu liga-me a falamos tudo de uma vez só, agora com - espera aí um bocadinho - é que não, bale?"... não resulta! A minha irmã queixa-se do mesmo!

Eu estou...

Aqui sentada a escrever para vós!

Eu sou...

Linda!!! E vocês perguntam: "E novidades, há?".... Pronto! Não sejam assim! Era só para vos lembrar!
Agora vou copiar a Joana e dizer: Sou do Sporting!!! 

Eu quero...

Dinheiro!
Saúdinha!
Ser feliz!
Ter comigo sempre os meus! Aqueles que são parte de mim!

Ser amigo é...

Estar sempre lá! Mesmo quando não se está fisicamente! Ser amigo é nunca deixar que a distância seja um problema... ser amigo é dar a mão, sem julgar!

Quando morreres...

Se vocês ainda não tiverem finado nessa altura para lá caminham... que a Marquesa que é Marquesa (eu!) só morre lá para os 90... ou mais!

Um livro...

Num bai dar... só um num dá!!! Eu preciso sempre de muitos livros! Quilos! Muitos quilos de livros! Sim, mesmo!, que se há coisa que pesa bastante são os livros... que o digam os senhores das mudanças, catano!

Um filme...

Também num bai dar... isso é muito redutor, caneco! Mas pronto, como vocês se portam bem, cá vão alguns:
- Clube de Combate;
- Conhece Joe Black;
- 7 Pecados Mortais (sim, o senhor Brad Pitt, para além de lindo, é muito talentoso e participa em filmes du caraças!)
- A Praia;
- Colecionador de Ossos;
- Assassinos Natos;
- Trainspotting;
- Pulp Fiction;
- e por aí fora....

Uma pessoa que queres/gostarias de conhecer pessoalmente...

Não sei!!! Pode ser o Brad Pitt... ou o Leonardo Di Caprio... só porque são giros porque o Brad é talentoso e o Leo Di é ecologista e preocupado com o planeta...

Queria ser uma formiga para...

Não queria!... elas trabalham muito e depois cansam-se e aquilo deve ser muito maçador... vivem debaixo da terra e eu dou-me mal com humidade... andam sempre num corrupio de um lado para o outro, comem muito açúcar e aposto que morrem com diabetes... isto quando não morrem com um simples dedo mindinho em cima...

Podem ver as duas primeiras partes deste desafio já, já aqui mesmo: Parte 1; Parte 2

Desafio das 52 semanas - Semana 48

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ora cá estamos para o desafio de sexta-feira mas, como vem sendo tradição aqui pelo palácio, o desafio faz-se à segunda!

Nunca tive coragem de...

Tanta coisa, meus amigos! Coragem é cena que não abunda muito por estes lados, catano! Tivesse eu coragem e o mundo era meu! Já tinha posto isto tudo no eixos, masé!... mentira! Tinha tentado, mas provavelmente não teria conseguido... o mundo ainda é grandito para eu conseguir tomar conta dele sozinha!

Vai daí vou-me limitar a falar das coisas que eu nunca tive coragem de fazer na minha vida...
Tanta coisa!!! Mesmo! Agora a sério!... tivesse eu tido coragem de ser quem sou, de assumir o que gosto, o que me faz sentido e hoje seria muito mais feliz... não estaria aos 45 a fazer o que devia ter feito aos 20! Ainda vou a tempo, pensarão vocês! Eu pensei no mesmo e por isso é que o estou a fazer mas o sofrimento que isto acarreta é grande! Aos 45 não tenho a liberdade que tinha aos 20, quando não tinha 2 seres (as aspirantes mai'lindas do mundo!) a dependerem de mim, não tinha responsabilidades económico-financeiras que tenho hoje!

Cada vez que penso nisto reforço a minha crença de deixar as minhas filhas serem quem são, de seguirem o que querem, mesmo contra os estereótipos da sociedade, mesmo tendo de as defender das críticas alheias, e de tiradas como: Mas achas que isso dá dinheiro ou futuro a alguém?... Se nós fizermos o que nos faz feliz, se nos dedicarmos, temos tudo para sermos bem sucedidos!

É isto!

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano