Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A mim dói-me mais porque é a mim a quem dói...

Hoje apetece-me purgar... Estou com dores e farta de me sentir assim... Há dias do catano e hoje é um deles... Não me apetece ler porque tudo que leio me faz ficar ainda mais em baixo... Uma pessoa ao fim de 44 anos a fazer de tudo e mais um par de botas já deixou de acreditar em frases feitas e finais felizes. Nada temam... amanhã já me passou! E lá vou eu voltar a acreditar que a vida é linda, e viver é maravilhoso e eu sou uma sortuda porque se tenho dores é sinal que estou viva e se estou viva é porque não estou morta (já dizia a filósofa), e não estar morta deve ser fixe, digo eu que não me recordo de alguma vez ter estado morta!

Hoje, se não me quiserem aturar podem ir ler para outros blogues... Eu sei que há vidas piores do que a minha, mas isso hoje não me consola, bale? Não é por haver quem sofra mais do que eu (a propósito, já alguém andou por aí a medir sofrimentos para eu ler a estatística? Estou curiosa!) que o que sinto deixa de me fazer sofrer. "Ah, mas à D. Etelvina dói-lhe mais do que a ti?!..." A sério? Mesmo a sério?... Onde está a escala?... O meu reumatologista diz que tem uma escala, então pergunta-me assim: de 0 a 10 quanto é que lhe dói?... E eu respondo. E ele aponta, todo contente com a sua escala científicaócoiso... E eu pergunto, como é que raio ele sabe se o meu 10 é igual ao dele? Ou ao 10 do Carlos? Ou ao 10 da Paula?... Não sabe! Então para que serve a porra da escala?... Esta merda chateia-me. Se ninguém sabe quanto é que o outro sofre, vamos lá deixar de fazer comparações, pode ser?....

Hoje a mim dói-me mais do que a todas as outras pessoas do mundo, pode ser?... Ou então não, mas como é a minha dor e é a mim que me dói custa-me mais a mim do que aos outros e vice-versa. Não me venham, por favor, pela santa e santinhos, dizer que eu não me devo sentir assim que há quem esteja pior, bale? V-o-c-ê-s-n-ã-o-s-a-b-e-m!!!!

Hoje dói-me o corpo e dói-me a alma... Ai que cliché... Deixem-me! É o meu cliché!... Hoje dói-me tudo e permitam-me que e sinta assim, se não não conseguirei curar esta dor...


6 comentários

Comentar post