Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Baby blues?!... Isso não é para mim!

Andava eu entretida pelo instagram a ver cenas (ver cenas é uma coisa que eu faço bastante no facebook) quando me deparo com algo que me assustou... que me indignou... que me fez pensar no perigo que é certas pessoas terem acesso a redes sociais... principalmente quando falamos de pessoas com mais de 300 mil seguidores, absolutamente imaturas e muito dadas à parvoíce inconsequência.

Ora, esta pessoa de que vos falo foi mãe aqui há uns tempos e, uma leitora questiona-a sobre como lidou ela com o Baby Blues. Para quem não está familiarizado com o tema, baby blues é um estado de depressão que acontece após o parto, muito por culpa das hormonas e que muito facilmente pode desembocar numa depressão profunda e grave.

Mas, dizia eu, a cachopa quando questionada sobre como tinha lidado com o baby blues, responde: Chora-se um bocadinho por tudo e por nada mas depois olha-se para criança e passa.... what?!?!... como assim?!?... então e aquelas pessoas que têm de ser internadas por causa disso? E aquelas a quem lhes basta olhar para a criança para piorar tudo e até tem vontade de abandonar a cria (para não dizer pior)? E aquelas que entram numa depressão profunda? E aquelas que não chegam a ver o bebé crescer porque se suicidam?... - Ai que drama, Marquesa! Eu fui mãe e não se passou nada disso...- Mas há pessoas que passam! Há pessoas que sofrem horrores no pós parto e precisam de tudo menos de uma cachopa a fazê-las sentirem-se culpadas porque quando olham para a criança não passa... até piora!

Terão estas miúdas consciência da responsabilidade que é terem tantos seguidores? Terão noção que não servem apenas para mostrar o último rímel ou a saia mega fashion que estão a vestir? Estas miúdas têm uma responsabilidade cívica e social e não podem de ânimo leve dizer este tipo de coisas. Terá pensado esta baby que do outro lado poderia estar uma mãe desesperada sem saber o que fazer? Não teria ela de ter a responsabilidade de a aconselhar a procurar ajuda?...

Fico muito nervosa com estes temas! Adoro contas que me mostram as últimas novidades do mercado, até já escrevi sobre isso, mas fico transtornada com esta falta de responsabilidade, maturidade, o que lhe quiserem chamar...

12 comentários

Comentar post