Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Cadela com um ataque de nervos...

Como se quer, hoje o dia aqui pelo palácio começou numa algazarra... parecia a feira, tudo aos gritos... aqui a malta é aparentada com os primos italianos e gosta de gritar para se fazer ouvir...

A aspirante mai'nova mal acordou começou a implicar, a arranjar problemas, a refilar, a chorar, a elevar o tom... sua santa mãezinha a tentar manter a calma (lembram-se do livro zen que a minha mãe me emprestou em Julho?!... ainda não o acabei de ler... não sei onde o enfiei...), respira, conta até 4250, inspira... a mai'nova a elevar o tom, e nhé-nhé-nhé e mi-mi-mi... e pronto... uma vez, duas vezes, três vezes, e o clima a aquecer cá pelo palácio, e as faces a corarem, a mai'velha calada que nem um rato (por enquanto), o Marquês?!... nem sei onde andava, mas vinha da rua (teria ido levar a Diaba a aliviar as suas necessidades fisiológicas?... teria ido ao pão?!?...) e mai'nova mi-mi-mi e nhé-nhé-nhé... 

- Eh pá chega! Cala-te! - Claro que isto aos gritos! Eu, Marquesa de Marvila, aos gritos vejam só... (olhem eu a fingir admiração... como se não fosse comum...)

A Diaba enfiou-se na cama a tremer. Coitada, acha que sempre que alguém se exalta é com ela...

Na cozinha eu, entre fazer almoços e preparar o batido para o pequeno-almoço, numa azáfama logo de manhã, aparece a aspirante mai'velha (que também já tinha levado 2 berros sendo que a mai'nova já tinha levado uns 10...): - Mãe, o que se passa com a Diaba?... ela não está bem (já de lágrimas)... mãaeee.....
A mai'nova que estava a fazer uma torrada desata a fugir e a chorar: - Mãaaaeeeee, oh mãaaaaeeeee.... a Diaba?!?... o que é que ela tem?

Quando eu olho a Diaba, a minha bichinha mais fofa, mais linda, mais tudoitudo, tadinha, contorcia-se com espasmos, sem conseguir controlar as patas, sem conseguir pôr-se em pé... peguei-a ao colo, levei-a para a sala, pedi ao Marquês que tomasse conta dela e fui vestir qualquer coisa rápida... sem terminar de fazer o almoço e apenas enfiando algo pela goela abaixo (não consigo sair em jejum de casa... daí a dificuldade em fazer análises...) e voámos saímos em direcção ao veterinário. Primeiro ainda largámos as aspirantes nas respectivas escolas.

Lá fomos, exames, análises, a Diaba linda, fofa e fresca como se nada se passasse, afinal ela é uma diva, habita num palácio e vive com os Marqueses, é se sangue azul, portanto!...

Não se sabe bem o que possa ter sido, acredita-se num ataque epiléptico que pode ter sido isolado por causa dos nervos ou pode ser o início dum processo de epilepsia... eu não vos digo que cá em casa a malta é toda chanfrada?... até a cadela, catano! Agora uma crise de nervos?!?... (estamos mais inclinados para isso já que ela nunca teve nada idêntico... esperamos nós com todas as nossas forças)... agora estará em observação aqui em casa, a ver se não se repete, se se repetir temos de... pensem lá um pouco... só mais um pouco... vá lá... vocês conseguem... eu não consegui! Vamos lá ver se me vou lembrar de o fazer... temos de filmar! A Diaba a ter um ataque e nós a filmarmos... oh catano!

E pronto lá largámos para lá de uma pipa de massa no veterinário, começámos o dia desta forma animada, o lado bom... já fizemos todos as pazes, a Diaba dorme sossegada no seu sofá e...

Bom dia malta fixe!!!!

33 comentários

Comentar post

Pág. 1/2