Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Indignação da Semana #3

Há bloggers no Palácio de Belém!!! Socorro!

Ora cá estamos, num é?!... Para mais uma Indignação da Semana!... uma pessoa passa toda uma semana a pensar, ai caraças tu queres ver que esta semana ninguém se indigna com nada?!... mas os indignados nunca nos deixam ficar mal e há sempre tema para indignações!

Esta semana foram um pouco mais longe... não foram apenas os indignados que se indignaram. Esta semana (leia-se semana que antecedeu a que vivemos neste momento... não sejam picuinhas, caraças!, e não minervem!!!!) houve jornais sérios (?!?!?), ou pelo menos assim eram levados em conta, como o Expresso, que se indignaram!

Como sabem, eu não me indigno! Sou uma Marquesa, catano!, as Marquesas não se indignam! E como tal, nem sequer fiquei indignada com o Jornal Expresso.

Eu estou com alguma dificuldade em botar assunto sobre esta Indignação, pois são duas... se eu espremer bem ainda dali saem mais, mas... vamu lá intão... Houve um assunto, os indignados do costume indignaram-se, o Jornal Expresso indignou-se e depois houve outros indignados que se indignaram com o Jornal Expresso! A vossa sorte é que eu estou aqui para explicar tudo!

Em primeiro lugar, e começando pelo fim, queria dizer ao Jornal Expresso que estamos no Séc. XXI, aquele século que começou logo, logo ali a seguir no fim de 1999, logo após o profetizado fim-do-mundo, mas que afinal não aconteceu... ou então sim! Não há forma de o provar!... todos nós sabemos, indignados e não indignados que as mudanças são fodidas (sim, escreve-se assim!), que é tramado tirarem-nos o poleiro, que é lixado termos de nos adaptar, de sermos exigentes connosco e fazer um trabalho de excelência para não sermos "comidos" pela concorrência, seja ela qual for. Escrever notícias (?!?!?) tendenciosas, desinformadas e indignas de um jornal de referência, não só é fazer uma péssimo trabalho como é começar a escavar o buraco para se enterrarem!.... para além do mais é feio, caraças!

- Atão mas o que foi que aconteceu, Marquesa mai'linda do mundo? - vocês estragam-me com mimos!...  mas enervam-me!... tenham calma, caneco!, já lá vamos.

Pois que Sua Excelência, o Presidente da República Portuguesa, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, convidou um grupo de malta, que ele considerou serem as melhores vozes para chegar às pessoas e as que lhe poderiam também trazer informações sobre a realidade social actual de nosso pátria, para conversarem sobre política e sociedade!... 

Chatice du caraças é que não foram os intelectuais do costume! Raisparta, catano! Não foram os eruditos costumeiros, que assentam o rabo na cadeira de couro para escrever crónicas para os Expressos da vida e que nada acrescentam à sociedade... que nem os lê e os que o fazem pouco ou nada entendem do que lá está escrito.

- Ahhhh!!! Mas são doutores! têm estudos ao nível de coiso, e dizem palavras caras e, e, e.... - e o caraças! Se vos perguntar um a um o que eles fazem ninguém sabe! Só sabe que é malta que bota discurso há 50 anos em jornais importantes e na televisão. Ninguém sabe quem são, para além do nome, nem o que fazem para além de botarem discurso que não leva ninguém a lado nenhum... nem às urnas!

O Presidente da República, e muito bem, não vive enfiado numa caverna, nem rodeado de bolor e naftalina, como muitos que ocupam lugares similares, então resolveu chamar quem tem ouvidos e uma voz. Chamou bloggers, Youtubers, Vloggers, Humoristas, Actores, Escritores, Jornalistas... pessoas que falam directamente com os outros! Houve quem não gostasse?... ou houve quem tivesse uma tremenda dor de cotovelo?

Ao contrário do que o Expresso, ressabiadíssimo, escreveu, aquelas pessoas não foram para lá falar de moda, de batons e purpurinas. Foram falar de problemas reais. Como por exemplo, porquê que a abstenção neste país é de mais de 45%? O que está mal na saúde e o que se pode fazer? O que podemos fazer para envolver os cidadãos? O ensino? Soluções?... por muito que custe a todos os indignados com este tema, aquelas pessoas não são Barbies, não são acéfalas, não são parasitas! Se o fossem não tinham montado toda uma estrutura de comunicação que os faz ganhar dinheiro, criando o seu posto de trabalho e dando trabalho a outros, que chega às pessoas, que fala com elas, que as influencia. Aquelas são pessoas que, goste-se delas ou não, têm valor. Trabalham no duro! - Eu vejo-me grega (o que quer que isso signifique...) para vir aqui escrever um ou dois textos por semana, quase não posto no Instagram, este blogue nem Facebook tem, quanto mais fazê-lo diariamente, mais do que uma vez por dia, tirar fotografias de qualidade... - Se acham que aquelas pessoas são Barbies sem valor, que o que fazem qualquer um faz, que o mundo está perdido porque o Presidente não vive nas trevas e é uma pessoa informada (ia escrever tipo ou gajo, mas estou a falar do nosso presidente e eu não quero um incidente diplomático!...) que sabe adaptar-se às mudanças... então, meus amigos, façam o mesmo! Bora lá pessoal, arregacem as mangas e toca a montarem uma plataforma de comunicação para no próximo ano serem vocês em Belém! Ou na Casa Branca, quiçá!...

Há uns anos, ainda eu não era nascida (e vou para idosa mas nem tanto, bale?), apareceu em Portugal uma cena chamada televisão. Foi um choque! Aquilo fazia mal aos olhos, a malta podia ficar cega por ver mais de 30 minutos de TV seguidos, punha-se um celofane no ecrã para não fazer tanto mal (disto já me lembro, caneco!), quem ia para lá botar discurso eram uns privilegiados, sabiam lá eles o que custava a vida, (hummmm.... parece-me algo semelhante com as criticas feitas aos bloguers e outros...). Na era televisão, para quem não se recorda, a malta passava intermináveis meias horas a ouvir campanha eleitoral, a ouvir políticos, comentadores, reportagens, telejornais, a televisão conseguia mobilizar as pessoas. Conseguia convencê-las a irem votar, a envolverem-se na sociedade, na cidadania, havia debates para se perceber o que poderia ser feito para mudar... a era da televisão como fonte de informação e mobilizadora da sociedade civil acabou, meus caros. Morreu! Finou-se! Paz à sua alma!

Agora há outros canais bem mais eficazes e eficientes. Blogues, Vlogues, Instagrams, Youtubes e por aí fora. São estas plataformas que chegam às pessoas. Quando vocês, os indignados, saírem debaixo das pedras vão perceber isso. Ainda por cima é um mundo bem mais democrático do que o da televisão. Todos têm acesso a esta plataformas, todos podem criar a sua. Resta saber quantos estão dispostos a trabalhar para chegarem a ser convidados por Sua Excelência o Presidente da República...

Quanto ao Expresso... foi tão vergonhoso o que escreveram que, após ponderar, resolvi que não iria fazer nenhum link para aqui. Um texto ressabiado, misógino (dizendo claramente que aquelas mulheres só querem saber de batons e moda... porque são mulheres e as mulheres não são capazes de mais...), preconceituoso, insultuoso para quem lá estava, para o Presidente e para quem segue estas pessoas e gosta do que escrevem e publicam.... tanta vergonha que eu tive ao ler o Expresso que não sei se voltarei a lê-lo tão cedo! Vergonha alheia...

Acho extremamente arrogante esta crítica à iniciativa do Presidente da República. Como se as questões sociais e cívicas fossem um tema exclusivo para os eruditos e elites intelectuais deste país.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    amarquesademarvila 23.10.2019 11:10

    Eu cá também estou bastante "f***d*da" (que uma Marquesa não se indigna... o que seria!) por não ter sido convidada, raisparta! Logo eu que trato os Palácios por tu! Para o ano estamos lá nós, Trip, a aviar as travessas todas dos acepipes... é levar bolsos grandes para o caso de o estômago já estar enfartado (eu sei que para ti esta é uma perspectiva utópica... tu jamais te enfartas, caneco!). E depois é vê-las a todas (e a todos) a fazerem fila para tirarem um selfie connosco! Aposto que o Ti Celito é o primeiro da fila!
    Castanhas são boas sim, senhor, com manteiga e sem água, por favor! Pode ser com uma cervejinha ou um vinho branco fresquinho! Grata!
    As intenções dele só ele as saberá, mas não são diferentes se utilizasse, como antigamente, a TV ou os jornais...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.