Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Isto é a magia do desporto ou, pelo menos, deveria ser!

Ora bem, parece que estou a ficar famosa e já faço posts por encomenda! Verdade! Este post é escrito em parceria com a sô dona aspirante mai'nova que, indignada, perguntou: Olha lá, não escreves nada sobre a minha prova na Maia?.... Eu, obediente, aqui estou! 

Quem me segue há uns tempos saberá, os que não seguem ficam agora a saber, que a minha aspirante mai'nova é atleta de competição. É ginasta! É ginasta desde os seus 6 anos. Começou porque quis. Um dia, estávamos nós a ver um sarau de ginástica, queríamos ir embora, já tínhamos visto quem nos fez deslocar até lá, e ela agarrou-se às grades do pavilhão e disse: - Não! Eu quero ver tudo!... embevecida, ficou calada e concentradíssima a olhar para a classe de acrobática de competição e disse: - Eu quero fazer aquilo!... e nós: - Sim, sim, está bem, vamos lá masé embora para casa... achávamos nós que ela se iria esquecer do tema... népias!!! Não se calou até a irmos inscrever na ginástica acrobática daquele clube!

Inscrita na formação, ao fim de uma época é convidada a ingressar na classe de pré-competição, e nós: - Ok! Sim senhora, se é o que queres... siga! Ao fim de um mês a treinadora vem falar connosco, queria que ela passasse para a classe de competição. E assim foi! Com 6 anos, quase a fazer 7, a nossa mai'nova torna-se ginasta federada. E por ali andou, a competir no Campeonato Base até ter deixado de evoluir... foi "encostada" pela treinadora, andava para lá, treinava, competia mas sempre num baixo nível... por nós tudo bem, desde que estivesse feliz! Não estava! Começou a desmotivar, a não querer ir aos treinos, doía-lhe a barriga, a cabeça, estava cansada... conversámos com ela e ela disse-nos: Quero desistir! - Tinha 10 anos. Conversámos e perguntámos-lhe o porquê. Não era feliz!, dizia-nos... sugerimos procurar outro clube. Não queria. estava convencida, pela treinadora, de que não era capaz de mais, que tinha medo das alturas, que nem uma estafa (elemento na ginástica acrobática em que as bases atiram o volante - ela é volante - ao ar, esticado, e o seguram na queda) conseguia fazer... convencêmo-la a procurar outra opinião, outro clube, experimentar, apenas! E assim foi! Foi aceite noutro clube, directamente para a competição sem passar pela formação nem pela pré-competição. No primeiro dia o treinador pô-la a fazer um mortal (no cinto, para não cair), fez! O medo que ela tinha das alturas era afinal falta de confiança.

No clube novo passou imediatamente para a primeira divisão, no primeiro ano passou ao Campeonato Nacional (a este campeonato só vão grupos - a acrobática feminina é sempre em grupo de três ou par - que tenham tido boa pontuação nos distritais), e ficou (ela e o trio dela), na final do Nacional, num fabuloso 5º lugar, eram 62 grupos! Uau!!!!!! A ex-treinadora viu-a no campeonato, esteve a 2 passos dela, virou-lhe a cara e fingiu que não a conhecia... Shame on her!!!... já tinha feito isto a outras ex-colegas da minha filha!... Shame, shame, shame!!!!... em compensação, do outro lado da lona, uma brecha abre-se, 2 cabeças pequeninas espreitam... duas ex-colegas do ex-clube, a gritarem por ela quando ela estava a competir no praticável, a darem-lhe força... este momento foi lindo e está gravado em vídeo!  Ainda hoje 3 destas atletas, do outro clube, são das suas melhores amigas... a treinadora nada pôde contra a verdadeira amizade!

Neste novo clube foi feliz durante 2 épocas e meia, fez amigas para a vida, teve 2 treinadores espectaculares que a catapultaram a um nível que ela não sonhava, que a apoiaram, que a fizeram crescer, que a fizeram confiar, que a ajudaram a traçar objectivos e a trabalhar para os alcançar! Obrigada! Eternamente grata a este clube (de renome na cidade de Lisboa! Com muitos campeões nacionais, europeus em várias modalidades de ginástica) e a estes 2 treinadores! Também às colegas e aos pais destas (já vão ver porquê)! Ao fim deste tempo houve colegas que saíram, cresceram e não quiseram mais, e a nossa mai'nova ficou sem grupo, podia continuar a treinar mas não ia competir... novo desânimo! Mas desta vez ela tinha outra estrutura e depressa se decidiu a procurar outro clube. Um clube que já conhecia, que era um clube amigo e parceiro do seu clube, falámos com os treinadores de ambos os lados e todos concordámos que seria bom para ela... e lá foi ela!

Este ano está no novo clube, tem grupo, tem novos amigos (neste clube também há ginastas de acrobática masculinos), tem treinadores espectaculares e ela está perfeitamente integrada!

Este ano foi, pela terceira vez, à Maia, competir no Miac 2019 (quem esteve atento às notícias viu). O Miac é a Maia International Acro Cup, uma taça internacional que junta atletas do mundo inteiro, desde os EUA, Canadá, América Latina, África, toda a Europa... a esta prova junta-se uma etapa Taça do Mundo, com os melhores atletas de todo o mundo! Campeões Nacionais de todo o mundo, Campeões Europeus, Campeões Mundiais. Ao todo, entre o MIAC e a Taça do Mundo são mais de 1200 atletas de 21 países. Uma verdadeira festa da Ginástica Acrobática. A título de curiosidade, nesta etapa da Taça do Mundo, Portugal trouxe ouro em par feminino sénior-elite e um ouro na quadra sénior-elite (masculino. A quadra é sempre masculina). A mai'nova competiu, como já disse, na taça internacional (a taça do mundo é só para os atletas da selecção nacional), em trio, escalão Júnior. As suas bases estavam naquela competição pela primeira vez, mas a mai'nova (nossa e do trio) já leva experiência, terceiro ano.

A magia dá-se no reencontro com o seu anterior clube. Abraço dos ex-treinadores, uma festa com as ex-colegas e quando nós, pais, dos dois clubes, nos apercebemos, eles formam na bancada (há uma bancada de acesso exclusivo aos atletas de onde eles assistem à competição) um único aglomerado. Estão no mesmo hotel, vão e vêm na mesma camioneta, trocam instagrams, trocam números, já têm um grupo de Whatsapp com os dois clubes, gritam e apoiam-se mutuamente, ajudam-se, colaboram uns com os outros. A dada altura conhecem um trio de Búlgaras, estavam sozinhas com a sua treinadora em Portugal, não tinham quem as apoiasse quando estivessem a competir, não faz mal, nestes dois clubes que se juntarem quase como se fossem um cabem mais 4 pessoas (atletas e treinadora), e por elas gritaram, chamaram e aplaudiram. É este o espírito do desporto! Deveria ser, pelo menos! No final, elas, comovidas, foram agradecer-lhes!

Os pais... o que dizer dos pais, de atletas de ginástica, que são seres especiais?... Que mostram que a solidariedade vai para lá do clubismo e dos seus "ricos filhos"... Nós, eu e o Marquês, que ainda mal conhecemos os pais do novo clube (também são imensos, essa é a verdade) e que estávamos assim meio perdidos quando entrámos no pavilhão... - Então e agora?! Sentamo-nos sozinhos?!... Nada disso! Os pais do antigo clube tinham lugares guardados para nós!... como se nada tivesse mudado... percebemos que nada mudou! Quando o trio deles apenas iria passar daí a 1 hora e meia e eles estavam lá todos para apoiar a nossa mai'nova! No dia seguinte também nós estivemos lá mais cedo para os apoiar e eles... eles... ficaram lá mais 3 horas, após todos os seus grupos terem competido, para apoiarem, mais uma vez a nossa mai'nova! 3 preciosas horas que poderiam ser de lazer, de descanso, de qualquer coisa... mas ali ficaram! Ficaram e gritaram por ela quando ela entrou no praticável! Ficaram e, sabendo de cor quais as dificuldades maiores dela, gritaram por ela com um "Força, miúda!", "'Bora lá, miúda!" (substituir o miúda pelo nome dela), e quando ela conseguiu e cumpriu, sem falhar, levantaram-se num aplauso só e num "Boa!!!!!" aos gritos! (Só quem já foi a campeonatos destes sabe o que isto é!). O trio da minha mai'nova deve ter sido o que mais gritos e aplausos recebeu (orgulho de sua mãezinha!), não por ser o melhor (longe disso!), não por ter tido uma prestação espectacular, mas por ter lá um elemento (a minha filha!) que é agregadora de pessoas, que faz com que todos gostem dela, que a apoiem, que puxem por ela!... elas (trio), tinham apoio das 3 bancadas que aquele pavilhão tinha! Foi maravilhoso!.... - É pôr os olhos nisto, ex-treinadora do primeiro clube dela e aprender alguma coisa! (ela não põe os olhos nisto porque as classes dela não competem a este nível. Mas é pena! Tem lá atletas que poderiam competir... ela não quer! Prefere brilhar a um nível mais baixo...)

Quando o primeiro trio do antigo clube entrou no praticável, os gritos da bancada dos atletas era ensurdecedor (sim, tinham 2 clubes a apoiá-las), eu e o Marquês aplaudimo-las e torcemos por elas com o mesmo fervor com que o tínhamos feito na época passada... quando falharam uma figura foi tão triste para nós como para os outros pais... quando viemos cá fora apanhar ar e as encontrámos dou por mim a dar-lhes o mesmo abraço de força e apoio que lhes dei no ano anterior!...

Esta competição de 4 dias (a minha filha competiu em 2 dias, com um esquema de equilíbrio e outro de dinâmico) termina em apoteose!... primeiro a final desta etapa da Taça do Mundo, com o créme de la créme da ginástica acrobática, com as bancadas a quase irem abaixo tamanho é o apoio dado aos portugueses (não importa o clube), depois com uma mega festa pela noite dentro! Festa onde só estão atletas e treinadores, mais ninguém! É a Gala de encerramento, com jantar e música, com conversas e danças com os campeões do mundo, da Europa, com cantorias, danças, abraços, trocas de contactos, várias línguas a serem faladas, é uma festa! Uma festa que este ano acabou de forma espontânea, já com apenas 3 ou 4 clubes, ao som de Shallow, uma roda de atletas, abraçados, a cantar!... a mai'nova trouxe vídeo deste momento em que, também, participou... não estive lá, mas foi lindo, comovente, arrepiante! Isto é o desporto ou, pelo menos, deveria ser!

Para o ano há mais! Agora venha o Distrital!

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.