Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Mundo, és um privilegiado!

É feminista! Revolta-se e luta com as armas que tem contra as desigualdades com que se depara diariamente. Lê sobre o tema, aproveita todo e qualquer discurso para se informar. Vê coisas que eu, sendo também feminista, por vezes se me escapam... ou porque estou habituada a que assim seja, ou porque não pensei tão profundamente sobre o assunto. Gosta de pessoas e não gosta de pessoas consoante a sua posição perante este tema tão importante para ela. Não aceita, e bem!, que a mulher tenha de ter "recato", que tenha de pensar na roupa que veste para não ser assediada ou, pior, muito pior, violada. Incomoda-a, visceralmente, que mulheres critiquem mulheres pelo seu aspecto físico, pelas roupas, pelas atitudes... as mulheres têm de apoiar as mulheres.

É contra a violência no namoro e fica transtornada com a normalização de uma relação abusiva... as frases feitas, "se ele tem ciúmes é porque gosta de mim",  "só quem ama é que tem ciúmes" ou "a ex-namorada dele é uma cabra...", etc, etc..., deixam-na "fora dela". Não entende como namorados(as) têm as passwords dos telemóveis dos respectivos, não entende como o início de um namoro pode ser o final de liberdade, privacidade e individualidade. Para ela, o namoro exige respeito, confiança, liberdade, companheirismo, apoio, nunca o contrário!

É a favor do amor!, e o amor tem muitas cores, feitios e formas, desde que seja amor! O amor não vê género, nem raça, nem nacionalidade. O amor apenas é! E é de todas as formas e feitios, desde que respeite as regras do namoro, que seja entre pessoas e consentido. O amor é andar de mãos dadas, lado a lado, sem medos e sem vergonhas. O amor é livre, sempre livre e não há nada nem ninguém que prenda o amor... nem a homofobia, nem as leis, nem as religiões.

Por falar nisso, não gosta de religiões! São castradoras, manipuladoras e trazem ao de cima o pior do ser humano. Mas gosta e respeita a fé! A fé, como o amor, também é livre e dá força, raízes, fazendo-nos conquistar o impossível... ao contrário da religião que não nos permite ser!

Gosta de cor! De diversidade! O cinzento é muito aborrecido... por isso adora pessoas de cores diferentes, de hábitos diferentes, de nacionalidades, credos e culturas diferentes. O mundo é mais gigante e bonito quanto permitirmos que a diversidade se exprima!

Cabelos encaracolados, cabeças rapadas, pelos no buço, nas pernas das meninas, barba por fazer, loura ou morena... cada um é como quer! Não se prende em convenções sociais que dizem que o menino veste azul e a menina rosa; que as meninas têm de fazer a depilação e os meninos não podem chorar; que as meninas não gostam de bola nem os meninos de ballet... nada disso! Lembram-se da diversidade do ponto acima? E da liberdade? E do amor? E do respeito?... pois! Cada um é como é!

Respeita os animas! É vegetariana, não usa produtos testados em animais e revolta-se com os maus tratos aos mesmos. Chora quando os vê sofrer e não imagina a hipótese de os comer... os amigos não são alimento! Não entende como ainda existem espectáculos onde se mal-tratam animais para gáudio humano, que se cacem raposas por diversão... não entende e não há argumento que a faça entender ou aceitar!

Defende o ambiente. Pondera ter ou não filhos... não quer trazer ao mundo mais gente que vá sofrer com o estado do planeta; não quer trazer ao mundo pessoas que vão sobrecarregar o planeta, ainda mais... e também acha que as crianças são chatas!... sim, não é perfeita!  Quer comprar sempre a roupa em segunda mão, compra pouca roupa... não necessita de mais e o planeta agradece. É vegetariana! Não só pelos animais como também pelo planeta.

Ouve as letras das músicas com atenção... pondera se gosta, ouve, vê e apoia determinado artista/actor pelos seus ideais, pelo que é e não só pelo que faz. Deixa de ser fã porque aquele indivíduo abusou de alguém, ou é machista, ou xenófobo.

Segue páginas feministas, LGBT, defensoras do planeta e dos animais. 

Recusa-se a usar uma venda nos olhos e a fingir que o mundo gira sempre da mesma maneira e que a vida segue linda e maravilhosa!... sofre! Sofre imenso por ter valores! Fala constantemente sobre estes temas! Quer compreender! Quer justiça! Quer mudar o mundo!... percebeu que pode mudar o mundo começando por ela mesma. Pratica o que defende e defende o que pratica, com unhas e dentes. 

Ela tem 16 anos!... tem 16 anos mas já é assim desde os 8 anos (talvez mais cedo... com valores muito fortes e sempre sobre a desigualdade e a injustiça)... ela sofre! Ela chora! Ela tem valores e quer justiça! Ela tem 16 anos e é a minha filha mais velha! Ela é o meu orgulho!... e é capaz de ficar mesmo zangada por eu publicar este texto... mas eu vou fazê-lo porque ela é o meu orgulho, é o meu amor e é um ser humano maravilhoso! E o mundo só tem a ganhar por ela existir! 

Mundo, és um privilegiado por teres este ser humano que te habita!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.