Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Os meus vizinhos são melhores do que os vossos #4

Vá, digam lá a verdade... já estavam com saudades dos meus vizinhos, correcto pessoas giras?... andavam por aí em ânsias para saber o que é feito da vizinhança de vossa Marquesa... pois está tudo tranquilo... andam mais ou menos sossegados... esta história já tem uns anitos, ainda é do tempo em que o artista do meu vizinho de cima ainda cá morava... Deus ou o Diabo o conservem bem longe de mim!... chiça! Váderetro!!!!

Bem, mas então vou-vos contar esta bonita história!... preparados?... já têm as pipocas?... vá, ide lá buscar que eu espero um bocadinho!.... já está?!... então cá vai...

Num belo Verão, no meu querido mês de Agosto (ouçam a música a tocar de fundo), éramos nós administradores deste belo condomínio (tempos para esquecer... mais parecíamos administradores de um manicómio), quando fomos de férias. A família toda faz as valises, arruma os tarecos, óculos de sol nas fuças, protetor solar na maleta e lá vai ela... féeeriiiaassss!!! (já ia, outra vez!)... tudo muito certo, tudo muito bem, fomos de férias!... mas... há um dia em que voltamos! Voltamos das férias!...

Lá vimos nós, todos contentes, de regresso a casa... já de noite, num Domingo... chegamos, estacionamos o carro na garagem e subimos para casa. Chegados a casa...

- Ai caneco! Não há água! Fónix pá! Como é que tomamos banho, puxamos o autoclismo e fazemos o jantar?... Ohhhh Marquês (aos gritos e já possuída), tu por acaso não te esqueceste de pagar a conta da água nem nada?... (eu já de mão na cintura e pézinho a bater no chão... nervosssss!!!!)... - mas não! O Marquês não se tinha esquecido de pagar a água!...

- Hummmm.... então o que aconteceu?... - como não sabíamos, liguei para o piquete da Câmara, resposta:

- Sim, a água do prédio foi desligada há 3 dias!!!!

- Oi?!?!?!... Como assim? Desligada?!... há 3 dias?!?... como assim?...

Depois de muito chorar, de dizer aos senhores que ia cortar os pulsos e eles seriam responsáveis por isso, de ameaçar que me barricava na Câmara... os senhores, só para eu me calar, lá acederam (simpaticamente, diga-se! Foram impecáveis!) a vir cá, mais uma vez....

Sim, mais uma vez!!!! Os senhores quando cá chegaram lá me explicaram, ou tentaram, vá... até serem interrompidos... por quem? Por quem?... acertaram!!!... o meu vizinho de cima e sua parceira de conspiração de condomínio, a outra vizinha! Ora, os senhores da Câmara explicaram que já cá tinham estado há 3 dias, que tinham desligado a água pois tinha rebentado um cano... ora, segundo os senhoras da Câmara o cano, apesar de estar na rua, pertencia ao prédio e por isso era responsabilidade do prédio arranjá-lo. Teríamos de contactar uma empresa que o fizesse...

Nisto, chega a tal vizinha com 2 garrafões de água na mão... começa a confusão... entretanto chega o meu vizinho de cima... instala-se o drama!... vocês preparem-se... a malta que habita este prédio, pessoas aparentemente normais, 6 andares duplos (esq. e dto.) de pessoas à primeira vista sãs, não fez nada para resolver a questão porque não eram os administradores!... What?!?!... então e se nós, os administradores, estivéssemos um mês de férias?... estaria esta malta sem tomar banho, sem puxar o autoclismo, sem cozinhar, lavar os dentes, etc... durante todo esse tempo?... mas como é que isto cabe na cabeça de alguém?!....

Bem! Os senhores da Câmara, simpaticamente, disseram-me que avisasse todos os vizinhos que iriam abrir a água durante 30 minutos para as pessoas poderem tirar água. Nisto, o meu vizinho saltava (como só ele sabe fazer), gesticulava (como só ele sabe fazer), dizia impropérios, levantava os dedos e acusava os senhores da Câmara... eu punha paninhos quentes e tentava resolver as coisas a bem para não ficarmos sem água... (eu ainda estava incrédula... como é que os loucos dos meus vizinhos não tinham feito nada para termos água?!...). Os senhores da Câmara lá abriram a água para nós nos amanharmos durante 30 minutos... o meu vizinho continua aos gritos, com a outra doida a abanar a cabecinha e a dizer: "muito bem! É isso mesmo! Pois com certeza..."; Eu tomei o frasco todo das gotas para conseguir tratar do tema (o Marquês nem apareceu... recusou-se! "Eh pá, não tenho paciência para essa malta!") sem espancar os dois vizinhos... 

Enquanto os senhores da Câmara nos diziam que tínhamos de chamar uma empresa que nos arranjasse o cano, como podíamos fazer, falar com quem e o catano... o maluco (não há outro nome) do meu vizinho desaparece (Benzódeus) para aparecer 2 minutos depois com um entendido no assunto... um doutorado em canos que aparece ali com ele... (só eu, senhores, para aturar isto)... os senhores do piquete da Câmara riam-se e educadamente explicavam o que poderia ser feito...

Nisto, aparece o Presidente da Junta com um outro vizinho nosso que era candidato à Junta nas eleições seguintes que, por acaso, eram logo dali a 2 meses... sorte a nossa! Ora o Presidente da Junta era de um partido e o meu vizinho de outro, adversários portanto!... o vizinho que o foi chamar e, também, candidato à Junta fez aquilo por despeito e numa de: "Vê lá agora como é que te desemerdas disto!"... Vocês não estão bem a ver o festival, eu faço o resumo para se situarem:

Eu, vizinha tresloucada, vizinho doido, vizinho candidato à Junta, 3 senhores do Piquete da Câmara, 1 doutor em canos, o Presidente da Junta... e um cano a jorrar água por todos os lados... um mimo!!!

Bem, o Presidente da Junta não se ia ficar... resolveu reagir àquela provocação da melhor forma que sabe (Abençoado sejas, pessoa!) e disse: - A Junta arranja o cano! (silêncio... tudo vira as suas cabecinhas para o lugar de onde vinha aquela voz mágica);

Vizinho Candidato à Junta: - Deve ser verdade, deve! Agora vamos todos para casa e amanhã já ninguém o encontra...

Vizinho Doido: - Mas quem tem de arranjar o cano é a Câmara, não é oh Cajó (pessoa doutorada em canos)...

Cajó: - Hummmmm (é sabido que os doutores em canos analisam tudo muito bem antes de proferir palavra).

Eu: - Oh senhor, se o Presidente da Junta quer arranjar o cano e a Câmara não, deixe-o! Ele lá deve saber o que está a fazer...

Presidente da Junta: - A Junta arranja o cano mas a Câmara arranja a calçada e as escadas exteriores...

(Enquanto estes diálogos decorriam, existia sempre um burburinho de fundo, vizinha tresloucada e vizinho louco trocavam assunto com toda a gente..)

Vizinho candidato à Junta: - E isso é para quando? Para daqui a 2 meses? Depois das eleições, não? Fica a promessa mas a obra nada...

Presidente da Junta: - É para agora!

Silêncio!... O Presidente retira-se e aparece minutos depois com um verdadeiro entendido em canos! E arranja o cano! E os senhores da Câmara vão embora para voltarem depois para religarem a água quando o cano já estava arranjado. Mas foram os único a irem embora! Eles e eu, que fui jantar e regressei quando me tocaram à campainha para ir assinar um papel!

Ps. O meu vizinho candidato à Junta não ganhou as eleições e o Presidente manteve-se o mesmo! 


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.