Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

São os maiores, caneco!!!

Ah e tal e coiso... fartas-te de falar das tuas desgraças com a tua amiga síndrome, e ora estás deitada ora estás estendida, ora tens a pele a escamar ora tens a pele com feridas de tanto coçar, ora pões colírio nojólhinhos ora vês tudo embaciado... já sabemos isso tudo mas e a malta que tem de viver contigo, coméqué?!?...

Pois, pessoas giras não é fácil!!! Eu vou falar por mim, como observadora do que eles (Marquês e Aspirantes... vá e Diaba - família mais cutchi-cutchi) passam. Não lhes perguntei nada! Até porque eles são fofinhos e vão dizer: - É tranquilo! O tramado é ver-te assim!... Já a Diaba adora que eu esteja estendida... ou deitada, também serve... é da maneira que passa o dia e noite na cama enroscada nas minhas pernas! Por isso, se perguntarmos à Diaba, ela é capaz de responder (eu compreendo a linguagem de cão, sim! Eu sou especial! Não minervem, caneco!): - Tá-se!!! - Ela é de poucas palavras e dada à superioridade! Devia ter nascido gato mas enganou-se no caminho e olha, saiu cão!... - C-a-d-e-l-a! (isto foi ela que gritou ali de cima do sofá!!!)

Mas, dizia eu, viver comigo não é fácil! Não é fácil ter de partilhar a vida com alguém que não sabe como vai acordar... sabe que vai acordar, pelo menos para já e nos próximos anos, já não é mau!... mas não sabe como!... energia é aquilo que menos abunda por aqui. E viver com alguém que pode passar, como na semana passada, dias inteiros na cama, não é fácil!

O Marquês faz, muitas vezes, o papel de tudo!... leva as aspirantes, busca as aspirantes, vai ao supermercado, trabalha... e eu ali, estendida, a ver séries, a dormir, a ler, como se fosse a rainha do Sabá... mas cheia de dores!... incapaz de me mexer... mas com um ar fofo e saudável! (e bonita, há que dizê-lo!)...

Fim-de-semana:
- Ah e tal, vamos passear?!...
- Sim vamos! - dizemos todos em coro... 1 hora depois, estou estendida no sofá... as aspirantes tristes por afinal não irmos dar uma volta, ou por termos ido mas a volta ter sido curta...

Olhar para as minhas filhas e ver nos olhos delas a tristeza de verem assim a mãe... deve ser tão difícil para elas, catano! 

- Fónix! Este texto está a ser mais difícil de escrever do que pensava - 

Quero ressalvar que nenhum deles está no papel de cuidador, esses têm certamente outros graus de dificuldade. Estou a referir-me à anormalidade que se tornou a vida cá em casa. Esta não é (bem vistas as coisas, nunca foi! Porque isto aqui é tudo maluco! Vocês isso já sabiam ) uma casa normal... mas dentro da parvoíce que reinava cá em casa, das nossas regras próprias, que muitas vezes não são entendidas pelos outros, reinava a normalidade. A nossa normalidade!... mas essa normalidade foi-se! Evaporou-se! Puffff!!!!

Muitas vezes reina o caos cá em casa! Não estou a exagerar. É mesmo verdade! Casa por limpar, por arrumar, coisas por comprar, material da escola levado à última da hora para a escola... enfim! Não lhes falta nada, é certo! Nada mesmo! Mas o caos instala-se! Ora porque o Marquês não consegue chegar a todo o lado e eu estou estendida ou deitada, ou porque a minha cabeça por vezes é habitada por um nevoeiro (faz parte da doença, mas felizmente, diz que não é degenerativo! Haja boas notícias, caneco!) e esqueço-me das cenas... de comprar, de levar, de tratar... uma merda, caraças!

Há tanta coisa que eles fazem, tanta coisa que aturam (mentira!... eu sou fácil de aturar... ....... ainda aí estão?!?... não?!?!... então posso dizer a verdade, já que ninguém está a ler: Não sou nada fácil de aturar, caneco! Já me aturo há 45 anos - Pronto! Faleci!!!!... 45?!?!?!.... bem, adiante! Façam de conta que não leram isto!... ah espera, ninguém está a ler!! Ufa!!! - e sei bem do que falo! Eu, às vezes, nem a mim me aturo, catano!... - Então, Marquesa, tens mau feitio, é? - perguntariam vocês se ainda estivessem a ler este texto. - Maijómenos... sou do signo Virgem com ascendente Virgem... quem percebe de astrologia sabe do que eu estou a falar... para quem não percebe: Eu às vezes nem a mim me aturo, caneco!!!

Sou picuinhas... Agora imaginem, com todas as vossas forças, uma picuinhas estendida na cama... se fosse comigo, só teria vontade de dizer: - Fónix, levem-na daqui! Larguem-na longe que é para ela não voltar!

Gosto das cenas à minha maneira... mas não as faço! Ou melhor, acho sempre que vou fazer melhor do que os outros e vai daí, às vezes, levanto-me para fazer... mas depois não faço e estendo-me outra vez... e a malta que me atura deve revirar osjólhinhos... eu cá revirava!... fónix! Chata du catano!

Perco a paciência facilmente... em parte pela síndrome (mudança de humor súbita), em parte porque sou exigente... e não gosto de ser exigente! Nada mesmo! Mas a síndrome nisto é f**d**i**da... as mudanças de humor súbitas são uma grande merda! (sim, escreve-se assim mesmo!)... também me costuma dar forte mas passa depressa, sosseguem! E não chego a ser agressiva, nem a morder, nem nada! Só dou uns berros pequenos... 

Haver imensas coisas para fazer, em casa e de trabalho, a vida que não avança como deveria, e eu ali estendida como se fosse rica (ahahahahahahhahahahahah!!!!!... eu ao nível da riqueza financeira - que tenho outras e muitas! - nem o "como se fosse" me safa, caneco!) à espera que o dinheiro entre no banco... isto é desesperante para mim mas principalmente para quem está à minha volta e também depende de mim! 

Tenho muitas sorte na família que me calhou, caneco! Mesmo! São os maiores!!!

E vocês, se conseguiram ler isto até ao fim e continuar a gostar de mim, também são os maiores, Camandro!!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.