Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Somos todos ovelhas!... mas em rebanhos diferentes!

Era suposto ter escrito ontem mas fiquei tão apalermada (sim, ainda mais) com as notícias sobre uma manifestação de chalupas que fiquei aqui à base de gotas e de soro todo o dia... a ver se conseguia recuperar!...

Ora bem, eu nem sei por onde começar... Ontem, estiveram em Lisboa, a manifestar-se contra cenas referentes ao vírus mais infecto-contagioso e mortal da actualidade (ide ver as estatísticas nas fontes oficiais... eu também não estou cá para tudo!), 3000 almas!... claro que, quem como eu, viu as imagens, esteve de lupa em riste a ver se conhece algum daqueles chalupas! Eu conheço um... raisparta! Não é pessoa minha amiga mas conheço!... mal, mas conheço!... ai caneco, que tenho de ir tomar as gotas qu'isto põe-me nervosa dos nervos!

Álaver se a gente se entende.... 'soas que empunham cartazes a dizer "O risco é meu e eu sou livre de correr riscos"... ide estudar, masé!!! Risco teu e apenas teu é ires jogar uma roleta russa alone, bale? De preferência no fundo do mar ou no Deserto do Sarah!, após garantires que não há vivalma nos quilómetros adjacentes... e sim, um peixe balão é uma alma e um camelo também, bale? Quando o teu risco implica contaminares a comunidade à tua volta, onde eu me posso incluir, deixa de ser um problema teu para ser um problema de saúde pública!... alguém mande esta gente para a escola primária aprender o básico, por favor? Este, se fizesse o exame da 4ª classe não passava!... até os animais, sim os selvagens, fazem distanciamento físico e isolamento em caso de doenças, e estes elementos não conseguem saber o resultado de 2+2...

Há um participante deste ajuntamento que se insurge contra os químicos que nos querem introduzir no organismo... ele luta contra isto de cigarro em punho!!!...  Quão mais hilariante isto pode ser?

E aquele comportamento tipo seita?!?... de olhos fechados, mãos ao peito (será falta de ar?!?) e a pregarem.... eles têm líderes que parecem saídos de um qualquer documentário Netflix sobre seitas perigosas a pregar contra a cidadania, a responsabilidade social e a vida!... E baseiam-se nesta gente para sustentar as suas teorias contra a ciência!...

Falam do controlo do governo sobre a população... o dizem isto no Facebook e no Instagram!!!... tão bom!... as redes de maior controlo individual e colectivo e eles estão lá, de livre vontade a acusar o governo de os querer controlar injectando-lhes 5G (ahahahahahhaah!!!! Desculpem!!! Não aguento a teoria do 5G), de lhes querer cortar a liberdade obrigando-os a usar máscara... obrigando-os a ficar em casa... como é que se explica isto a estas pessoas?... vamos por partes:

1. Se estão nas redes sociais são totalmente controlados e não é só pelo governo, bale?

2. O 5G é uma rede, como o 3G.... ninguém precisa de vocês para fazer o 5G funcionar!... (estudem, crianças! Para depois não andarem aí a dizer palermices).

3. A vossa liberdade não é mais importante do que a minha de não ficar doente por vossa causa. Dá para entender isto? Eu sei que vocês são meninos mimados a quem os educadores deixavam fazer tudo... "Ai que o Manelinho quer atirar com uma panela na cabeça da avó!... 'tadinho, é pequenino e tão amoroso quando deixa a avó a sangrar!"... "Ai que a Teresinha quer enfiar um pau no nariz do gato!... 'tão querida! Quer fazer experiências! Vai ser veterinária de certeza!...". Mas sabem, existem mais pessoas para além do vosso umbigo! Pergunto-vos, quantos de vocês, quando forem parar a um hospital vão dispensar a utilização de um ventilador em meu favor? Sim, porque o vírus não vos afecta! Vocês são livres para andar a espalhá-lo porque o vosso batom vermelho e o vosso bigode é bonito demais para estar atrás de uma máscara... mas eu ando de máscara! Eu sou a ovelha que acredita na ciência! Que acredita que as máscaras servem para nos proteger e proteger os outros, que acredita que os médicos sabem o que fazem e que os ventiladores salvam vidas! Nessa altura, quando estivermos lado a lado no hospital, depois de tu, livre criatura, me teres infectado vais-me ceder o teu ventilador?... ou a tua liberdade acaba aí? Quando perceberes que isto mata e que afinal queres viver e que eu, mais uma vez, que me f*#"$da?!... também vais cantar o hino e clamar pelo 25 de Abril?... agora vê-me com a minha mão direita erguida para ti, de dedo do meio esticado junto ao teu nariz e os outros para baixo!... vai-te f*"#$der, masé!

Depois temos as figuras públicas... essa malta que para além do que faz na vida ainda tem responsabilidade social. Pelo que sei 3 (tristes) figuras ergueram cartazes... sei que uma delas andou a botar discurso, como se o mundo fosse acabar daqui a 3 segundos, a cada instante... ela botou discurso à velocidade da respiração, ou do piscar de olhos... nem sei! Onde?!?!... no Facebook, claro!! Sobre essa não comento porque tenho medo... fico com medo de malta que, após andar na rua a contribuir para a aniquilação da saúde pública e da população em geral, desata a botar discurso à velocidade da luz... não se deve discutir com malta desta!... podem ser (ainda mais) perigosos...

Mas há duas sobre a quais vou falar. Uma diz, do alto da sua sabedoria que conhece muito bem a lei e sabe bem que não é obrigatório andar de máscara na rua....  Eu nem sei por onde começar... então se não é obrigatório para quê que foi a uma manifestação que exige que deixem de obrigar as pessoas a andar de máscara?!?... outro ponto interessante que eu gostava que esta pessoa esclarecesse é, ela já informou a Assembleia da República, a Administração Interna, a Polícia, GNR, etc., de que ela conhece bem a lei e não é obrigatório!! É que "eles" lá na Assembleia e até o Presidente da República, aquele que promulga ou não as leis, já informaram que a obrigatoriedade do uso de máscara na rua se vai prolongar até Julho!... detalhes!!!

Depois há outra... oh pá, a sério! Que em sua defesa veio alegar que não estava na manifestação contra o vírus mas contra o confinamento interminável... aqui há duas questões, a saber:

- Manifestação contra o Vírus!.... ahahahahhahahhahahahhahahahhahahahhahahahahhahahahahhahahahahahhahahahahahahhahahahahahhahahahahhahahahhahhaha!!!!!.... oh pá... até me engasguei! Adorava ver a pessoa com  cartazes: "Vírus vai para a tua terra"; "Diz não ao vírus"; "Mais amor menos vírus"; "O governo que mande o vírus embora"; "pena de prisão para o vírus!".... podem dar mais ideias!!! Ahahahhahahahhahahahhahahhahahahahahhahahahahhahahahahahahhaah.

- A seguir, temos a arrogância de quem acha que o seu trabalho vale mais do que o dos outros! De que as suas contas são mais difíceis de pagar do que as dos outros!... pessoas, quanto mais estes chalupas (apetecia-me chamar-lhes um nome mais feio, mas eu sou uma Marquesa) andarem na rua a achar que têm mais direito à liberdade do que os outros mais tempo eu, e outros, estaremos sem trabalhar! Eu tenho o meu sector fechado há cerca de 1 ano!... estou a iniciar este ano, eu e outros, a adiar tudo para o próximo, vamos entrar no 2º ano sem trabalho!... raisparta estas vedetas de trazer por casa! Não aceito que haja quem considere que o seu trabalho é melhor e mais merecedor do que o dos outros! E não, não vou para manifestações enquanto anda um vírus à solta, enquanto há pessoas a morrer, enquanto puder pôr-me em risco, aos meus e aos outros, enquanto os hospitais estiverem lotados, o pessoal médico e da saúde sem férias e possibilidade de respirar, enquanto há pessoas em situações complicadíssimas... preciso muito de trabalhar! Muito mais do que possam imaginar e por isso exijo respeito e que fiquem em casa. Quanto mais nos sacrificar-nos agora mais depressa saímos disto. Morta não conseguirei alimentar as minhas filhas e a saúde é sempre o mais importante!

Vivemos num país livre, sim! E por essa liberdade lutarei sempre! Se o nosso país não fosse livre, aquela malta teria ontem sido corrida à bastonada e muitos estariam presos, jamais teria sido autorizada aquela manifestação. Mas foi autorizada. Porquê? Porque vivemos num país livre! Mas uns não podem ser mais livres que outros e não podem achar que têm mais direitos do que os outros.

Durante esta pandemia já todos errámos, não é isso que está em causa. O que está em causa é a tentativa de desacreditar a ciência, o acharem que a sua própria vida vale mais do que a dos outros.... não vale!

Li num post do Nuno Markl algo que ele disse, e muito bem, em relação à acusação de ovelhas que aquelas almas fazem a quem não é chalupa, era qualquer coisa assim: "Ovelhas somos todos, só fazemos parte de um rebanho diferente! Por um lado temos as ovelhas que acreditam na ciência, por outro temos um rebanho de malta que acredita em teorias da conspiração"... sim, havia lá um cartaz que dizia que a ele, ou ela, ninguém lhe implementava o 5G!!!... 

Eu sou uma ovelha que acredita na ciência, nos médicos, nas autoridades! Sou uma ovelha que, no limite, respeita o outro!

Raisparta, ao cubo...

Gosto de escrever!... a sério que gosto! Tenho sempre dúvidas se haverá alguém que goste efectivamente de me ler, mas gosto de escrever na mesma! É claro que gosto bastante mais que me leiam do que não, porque se fosse escrever só porque sim, tinha um diário fechado à chave para que ninguém acedesse!... também já tive! Quando era miúda!

Obriguei-me a escrever 3 vezes por semana, mesmo que não me apeteça, mesmo que não saiba o que dizer!... aqui estou eu! Num dia difícil comó catatau (que eu não digo asneiras... pelo menos todos os dias... eeaarrrr... pelo menos sempre que escrevo... errrr.... é melhor estar calada, masé, que ainda não acabei o texto e ainda se pode dar o caso de asneirar por aí!... ), que é o dia de hoje, não me apetece fazer porra nenhuma, raisparta! Mas aqui estou eu, a debitar assunto... e vocês os 3 aí, a lerem... já somos 4, já dava uma suecada

Ando há uns dias para escrever sobre um assunto que anda aí nas bocas do mundo, mas não me apetece... estou fraquinha ao nível da parvoíce alheia e só me apetece enroscar e lamber as minhas feridas... não estou com pachorra para aturar pessoal com deficit de leitura e de conhecimento que destilam ódio e votam em energúmenos! A minha saúde mental, parecendo que não, está em primeiro lugar!

Hoje li, no currículo de uma pessoa, "faz da escrita profissão"... achei bonito! Gostava que dissessem o mesmo de mim, mas seria mentira já que eu não ganho um chavo, um tostãozinho, um feijão sequer, com a minha escrita.... raisparta, outra vez! Era pessoa para ser feliz se me pagassem para eu escrever... acorda, Marquesa da vida das 'soas mai' lindas!!!... tu escreves umas larachas mas é só isso!... raisparta, mais uma vez...

Isto não anda fácil por aqui... mesmo nada! Abateu-se sobre este nobre palácio uma nuvem escura, carregada de chuva e más energias... daquelas que nos sugam a vitalidade... está tudo embrulhado de tal maneira que não há forma de se lhe encontrarmos a ponta do fio... podia dizer-vos que é do confinamento, que é!; que é deste vírus assustador, que é!; que é da falta de trabalho, que é!; que é da falta de dinheiro, que é!; que é das aulas on-line, que é!; que é do estado deprimido de uma aspirante e da ansiedade da outra, que é!; mas, efectivamente tudo começou em 1973, no ano em que a minha história se começou a fazer... merda pá! (pronto, já asneirei!... raisparta), já são alguns anitos a acartar com este saco pesado às costas! Se calhar está na hora de o largar... ou de o abrir e deitar fora as tralhas!... 

Há dias em que me apetecia o colo da minha avó... e hoje é um desses dias!... em que bastava deitar-me, com a cabeça no colo dela e em silêncio... se fosse para reclamar, praguejar ou chorar mais valia ir fazê-lo para outro lado... já que, para praguejar estava cá ela, para reclamar também e para chorar... senhores, ela era incapaz de me ver a chorar sem se desorientar, sem chorar também e sem que o seu coração, fraco, desatasse numa velocidade alucinante... mas bastava-me o colo para ficar tudo bem!... e ambas sabíamos isso!

Não tenho o colo dela, resta-me a escrita! A minha!... sorry, 'soas mai'lindas de Vossa Marquesa, hoje aturam-me as dores, melhores dias virão!... espero! Mais não seja para uma sueca, bale?

Amanhã será melhor.... ahahahahah!!!

Ora bem, ando feita uma lontra preguiçosa e profundamente desanimada com tudo e mais um caracol... raios!!! Se eu já era sujeita para deixar para depois de amanhã o que poderia ter feito ontem, agora estou sensivelmente pior!... eu a ser fofa comigo! Não estou nada sensivelmente pior, sou um caso perdido sem hipótese de recuperação!

Isto aqui pelo palácio está instalada a má energia, a lentidão, a tristeza e a vontade de nada fazer. Olhar para o futuro é coisa para me contorcer o estômago e fazer brotar as lágrimas, que não tenho... Ah e tal, estamos todos assim! Eu sei, caneco! Mas não é isso que me faz sentir melhor, antes pelo contrário. 

Ao nível dos adultos que habitam este palácio, eu e senhor Marquês, estamos sem trabalho há um ano. Os que estavam marcados para este ano estão a ser adiados, é a nossa única fonte de rendimento, estamos a chegar ao fim da linha... é uma merda! Quando eu digo sem trabalho é parados, mesmo! O nosso sector está proibido de funcionar. Não é como outros que podem vender para fora, online, que podem dar aulas ou cursos online... nada! No nosso sector e profissão não há nada que possamos fazer remotamente, excepto aguardar e... rezar! O dinheiro não entra e não há perspectivas de entrar, e sem dinheiro não há força anímica. Estamos de rastos e a tentar manter o nariz fora de água.

As Aspirantes Mai'Lindas estão péssimas... a Mai'Nova tem aulas das 9 da manhã às 17/18h da tarde, com uma hora para almoço, todos os dias, online!... a sério!!! Parece mentira mas é verdade! Chega ao fim das aulas tem trabalhos para fazer e estudar para os testes... está tudo doido! A Mai'Velha está no seu último ano de escola, a pensar em ir para a faculdade, tem os seu últimos tempos de secundário fechada em casa, com trabalhos importantíssimos para fazer, a criatividade que não sai... os fins de semana são ou de trabalho intenso para elas ou de "caguei-nisto-tudo-não-vou-fazer-nada-e-segunda-feira-fico-de-rastos-e-não-sei-como-encarar-os-professores".

Entre fazer refeições, esperar que esta-merda-passe, pensar em soluções, lágrimas e desespero, se passam os dias... todos iguais! Acordar, comer, adultos esperam, pensam e desesperam, adolescentes têm aulas, almoçar e esperar que seja noite, enquanto elas têm aulas... rezar para que a noite chegue rápido para ser mais um dia que passou, para estarmos mais perto do fim deste sufoco.

Sim, eu sei que desse lado há quem esteja pior, que todos estamos a desesperar e isso só me deixa pior.

O meu maior problema nem é o confinamento, é a falta de trabalho e de perspectivas... é o desespero das minhas filhas... é o não ver fim à vista... porque o confinamento acaba mas o nosso sector continuará parado!

No meio disto tudo há quem esteja profundamente feliz, a nossa Diaba!... tem a vida com que sempre sonhou! A família junta 24/24h, 7 dias por semana por tempo indeterminado... pulula entre sestas e festas de cada um de nós.

Amanhã será melhor.... ahahahhahahahahha!!!!! O que vale é que ainda vou tendo sentido de humor... 

Afinal "o" Costa tem Tomates!

Ora bem, gostei de vos conhecer, sois os maiores e tuditudo!... mas talvez este seja o meu último post... ou até pode não ser, mas pode bem ser o último que será lido... isto porque vou, daqui a algumas linhas assinar a minha sentença de morte como blogger da aristocracia... tenho pensado se escrevo ou não sobre o tema, é delicado e está cheio de fãs, mas... porra! Eu tenho uma opinião, tenho um espaço onde a posso botar e vou fazê-lo, raisparta!

Ora, eu vou falar sobre o "movimento a pão e água"... eh pá!... como é que eu vos hei-de dizer isto sem ferir susceptibilidades e de forma a que vocês leiam tudo até ao fim (vale sempre a pena lermos e ouvirmos todas as opiniões)... Cá vai: Acho este movimento um atentado a todos os sectores da economia que estão a passar extremas dificuldades!...

- Ah e tal, mas os restaurantes estão a morrer, e vai tudo passar fome e o catano!...

- Sim, senhora! Até pode ser!... mas... e as Sapatarias? E as Drogarias? Cabeleireiros? Artistas? Festivais? Lojas de Roupa? Lojas de Brinquedos? Gabinetes de Estética? Eventos? Casamentos?... claro que há mais! Mas está tudo doido?

- Ah, esses que lutem também pelos seus direitos!...

Vamos lá ver, pessoas... estamos numa pandemia! Vai haver mortos e feridos, temos de minimizar a desgraça... os subsídios não chegam para todos; os cofres do Estado não são um poço sem fundo; os restaurantes não são mais do que os outros (apesar de já estarem a ser!); e nem todos têm famosos a puxar a sua barcaça, bale? By the way, os outros também estão a lutar... só não têm a mesma visibilidade. Já vão ver mais à frente.

Os restaurantes podem estar abertos! Podem vender take away, delivery, o que lhe queiram chamar, todos os outros sectores estão fechados! Até as grande superfícies de venda de produtos alimentares estão fechadas a partir das 13 horas aos fins de semana (o que acho muito bem!)... os restaurantes não podem ter clientes lá dentro, sentados mas podem vender-lhes comida para levarem para casa!...

Os restaurantes terão apoio do Estado a fundo perdido... mas e os outros?...

Por outro lado, vejo um movimento encabeçado por uma pessoa que tem projecção nacional, tem programas na televisão, tem amigos famosos que lhe vão dar "aquele abraço", ambos sem máscara, gozando com todos nós que estamos em casa fechados e a contar tostões, sem qualquer apoio, para pagarmos as nossas contas...

E a D. Constança da retrosaria, será que se fosse famosa também teria apoios a fundo perdido? E o Sr. Carlos da drogaria, se tivesse um programa na televisão também teria uma petição com milhares de assinaturas para o sector das linhas e tesouras? Que pena a D. Joana, do cabeleireiro, e o Sr. Manuel do barbeiro, não terem amigos famosos... também eles teriam direito a ser notícia de telejornal, ou quem sabe a ir lá botar discurso...

Podemos falar também do sector dos casamentos... parado! Completamente parado! Nada! Um sector que movimenta directamente 800 milhões de euros anuais e indirectamente 4.000 milhões... parado! Um dos sectores onde há mais empresas familiares... famílias inteiras sem NADA!!! Nem apoios, nem subsídios... nada! Também anda a circular uma petição deste sector, sabem para quê? Para seja permitido voltar a trabalhar, com todas as medidas de segurança da DGS... não, não é uma petição para subsídios e redução de impostos e o catano! É para trabalhar! E esta petição não tem amigos famosos, com almoços e jantares de borla... é pena! 

Assim como é pena que todo o comércio tradicional, que esse sim alimenta milhares de pessoas directa e indirectamente (estamos a falar de todos os sectores comerciais), não tenha direito a tempo de antena, a subsídios, que sejam obrigados a fechar a porta, por todos nós, para que todos estejamos em segurança.

Acho este movimento e esta petição um atentado a todos nós, que estamos em casa, muitos em situações precárias, muitos a perderem familiares, médicos, enfermeiros, auxiliares que quase não têm tempo de descanso, que quase não tiveram férias (alguns não tiveram mesmo), porque há uns famosos que acreditam que a restauração é que vai salvar a humanidade!

Reitero que sei que passam dificuldades, curiosamente como 90% de todos os negócios (se exceptuarmos a venda de bens de primeira necessidade, todos os outros estão em extrema dificuldade), mas a restauração vai ter apoios, ao contrários dos outros, e continua a funcionar, ao contrário de outros!

Acho curioso que as contas do Governo apontem para uma quebra de facturação dos restaurantes na ordem dos 32% (tal como comprovam as facturas entregues nas finanças) e os senhores deste movimento falem em 60%.... é só uma curiosidade para todos reflectirmos! O próprio Governo afirma que há sectores com quebras muito superiores... nomeadamente o sector dos casamentos, com quebras na ordem do 80%... 80%...

Posso-vos dizer que, no meu caso e da minha empresa (sim, sôdona Marquesa de Marvila é empresária, mas sem amigos influencers, oh catano!), as quebras foram de mais de 90%... este ano trabalhei, com facturação (o restante trabalho diário é a ver como é que saio deste buraco, tentar fazer prospecção, virar-me para outras áreas, reinventar-me!) uns 5 dias!... não estou a fazer greve de fome, tenho respeito por todos os contribuintes (sim, porque os subsídios somos nós quem os paga), por todos os que estão a fazer um esforço gigante para nos salvarmos, para resolver esta porra toda o mais rápido possível. (Atenção, eu sou a favor de subsídios, sou a favor do apoio do Estado a quem precisa!).

Outra reivindicação dos senhores deste movimento é a redução do IVA... portanto se quem paga o IVA é o cliente final, estão a assumir que este baixando eles continuarão a manter os preços e nós, contribuintes pagamos duas vezes (o IVA que é de nossa responsabilidade e um valor que entra a menos nos cofres do Estado, que também é o nosso cofre) e eles encaixam um valor maior... é bonito, sim, senhor!

Depois falam da TSU, tal como o Governo já explicou, quem entrou em lay-off simplificado tem isenção de TSU, como é o caso da maior parte do sector de divertimento nocturno. Falam também de falta de diálogo com o Governo, o que é mentira! O Governo já os recebeu a 18 de Novembro e em Julho, já se mostrou disponível para reunir, mas os senhores "doutores" querem ser recebidos em exclusivo pelo Sr. Ministro da Economia... não menos do que isso!... para quê, pergunto eu?... há medidas tomadas de ajuda à restauração, a restauração pode estar a funcionar... já tinha dito que há sectores que não podem estar a funcionar?!?... já, não já?!

Relembro que no início desta pandemia, o cabeça deste movimento dizia: "O Governo não tem tomates para fechar a restauração!"... já seria a caça ao subsídio? Ou seria uma campanha política, como me parece que esta é! Que o único objectivo desta campanha, se não é caça ao subsídio (seria uma gritante falta de respeito por todos os portugueses em necessidades e com os próprios clientes) é uma campanha política!... não sei! Fica para análise! Até havia uma Ashtag e tudo na sua luta pelo encerramento dos restaurantes, lembram-se? #tomates, rezava a mesma!... 

O que eu sei é que os restaurantes aqui do meu bairro não têm tido mãos a medir para tanto take-away... e claro que também estão em dificuldades, mas têm bocas para alimentar e respeito por toda a população!... posso-vos dizer que o restaurante aqui ao lado, vendeu mais em take-away no sábado do que em refeições sentadas em tempo de pandemia! Também sei que este movimento não representa a restauração, que muitos não se revêem. 

Afinal o Governo tem tomates!*... 

Já eu, gostei de vos conhecer, sei que muito se vós concordam com esta petição e estão solidários com o sofrimento do sector da restauração (eu também estou!), mas estejam também com todos os outros sectores que estão MESMO ENCERRADOS, impossibilitados de trabalhar, uns apenas nos fins-de-semana, outros por tempo indeterminado... como é o meu caso e do de milhares (milhões?! Não tenho dados concretos mas arriscaria, pelo menos 1 milhão) de pessoas e respectivas famílias!

Hoje escrevo-vos! Se não conseguir dar a volta não sei como estarei em Janeiro! Até lá, estou na luta que tem sido inglória... mas estou viva! E viva, mal ou bem, posso alimentar as minhas filhas, já morta de nada lhes valho!... isto para vos dizer que sou a favor do confinamento e das medidas implementadas, não são perfeitas, são as possíveis!... na certeza de que se fosse famosa, tivesse um programa de televisão ou amigos famosos, estaria muito melhor!

Não posso terminar sem dizer que sou totalmente a favor de lutas, de reivindicações de direitos (mesmo que não concorde com o conteúdo) e que lutarei sempre para que todas as pessoas sejam livres de se manifestar, mesmo que eu não concorde com a luta! Este caso não é excepção! Não concordo de todo com a luta mas apoio a 100% o seu direito de lutar!

 

Ps. Só para vos enquadrar e reflectirem... sem julgamento, porque todos podemos mudar de opinião... mas os contornos do discurso é curioso:

Ljubomir Stanisic dizia em Março:

“Os restaurantes que se lixem, o mais importante é a saúde pública!”"Estou-me nas tintas para os turistas.”. Disse ainda: “Não sei como vou pagar os ordenados ao final do mês de 80 famílias, mas prefiro proteger os funcionários.” “Temos de fechar portas para não espalhar a doença”, completou, acrescentando que é necessário apoio do Governo (...), in Público
Podem ver aqui a notícia completa.

Digam NÃO ao Distanciamento Social!!!

Pela primeira vez, desde que tenho este ilustre blog, começo um post pelo título!

Vocês já sabem que há diversos assuntos que me põem os nervos nervosos, o que é uma maçada daquelas à antiga, depois enervo-me, por causa dos nervos, lá está, e fico com tiques nervosos ao nível facial, o que não abona nada a minha real beleza, começo a suar do bigode (tal qual as influencersócoiso), arrepiam-se-me as unhas do mindinho do pé esquerdo, lá tenho de ir a correr para a pedicure que pés desarranjados não é coisa de marquesa (ahahahahahahahhahahah!.... adoro quando invento cenas), desarrumo o palácio todo enquanto procuro as gotas, que quando necessitamos a criadage anda sabe-se lá onde... raisparta!!! Só por causa desta m-e-r-d-a do distanciamento social, oh catano, já tive de fazer 3 plásticas faciais, botar botox para aliviar a tensão muscular (sim, facial, claro!), botar emplastros no pescoço, costas, anca, ante-braço e o catano (esta parte é mesmo verdade! Já me davam um patrocínio de emplastros que eu não ganho o suficiente para isto!)...

Mas quem raio foi o energúmeno que se lembrou "Olha que uma boa forma de combater a Covid-19 é botar a malta em distanciamento social"... estúpido, masé! (Lá porque não tens amigos os outros têm, bale?!?...) E pior, ainda ninguém lhe disse que o distanciamento social não contém a propagação do vírus, não ajuda em nada e só piora tudo... raisparta! Será difícil de perceber que o que ajuda mesmo a conter o vírus é o distanciamento físico e não social?!?... eu posso andar a trocar linguados, daqueles beijos molhados, com língua e cuspo e troca de restos do jantar (tenho de vos explicar tudo, oh caneco! Não sabem nada!) e não ter contacto social com a pessoa em causa... foi aquilo a que se chama um evento casual!... assim como posso ter uma intensa vida social sem estar junto de ninguém (redes sociais, por exemplo, já ouviram falar?... antigamente usa-se o telefone e as cartas! Esclarecidos?!... boa! Não quero que vos falte nada!).

Posto isto, vamos lá começar a chamar as coisas pelos nomes e deixem-se lá de distanciamento social, que só vos faz é mal, e comecem a praticar o distanciamento físico, que esse sim, protege-vos da Covid-19 e de outros bichos (e dos restos do jantar de outrem!).

De nada!

Raisparta o dente!

Pois "ele" há coisas que só a mim me acontecem, berdad?!?... pois! Vós sabeis como é a minha vida de Marquesa amaldiçoada com a lei de Murphy!!!... raisparta!!!

Está um cidadão, eu!!!, em clausura há mais de 40 dias, só tendo saído 3 vezes para esticar as pernas ao redor do quarteirão, e o que é que lhe acontece?!?... hum?!?!?!... adivinhem ,vá! Adivinhem lá se sois capazes?!?!... não sois, pois é?!?!... conhecem-me mal é o que é!... 

Cá vai, cai-se-me uma massa do dente da frente!!!!

Podia ser de um dente de trás?!?!... Podia! Mas eu sou A Marquesa da Marvila, vivo no fio da navalha! Se é para cair uma massa em plena quarentena que seja a do dente da frente, catano! O resto é para tenrinhos e todos vós sabeis que eu não sou tenrinha!... raisparta! Mais valia ser!

E-Agora-O-Qué-Queu-Faço?!?!?!.... Os dentistas estão fechados, caneco!...

Como que por milagre, o meu dentista assegura as consultas de urgência na clínica... Yeaaaahhhhh!!! Vivó doutor dentista de sua Marquesa!!!!!... e está de serviço no dia seguinte!!! Yeaaaaahhhhhhhh!!!!!

Mas é em Mafra... raisparta! O carro não sai da garagem há uma vida!... e precisa de mudar o óleo... claro!!!! Ou pensavam que era assim fácil, fácil!... estais falando de Vossa Marquesa favorita!... - como quem?!?!... já cá faltavam vocês para minervarem, catano!!!!... ahhhhh!!!! Estavam a reinar! Assim está melhor!

Então, como Vossa Marquesa favorita, sim, eu!!!, é uma pessoa bem relacionada, ou não fosse ela Marquesa dessa importante localidade que é Marvila, e falou com um seu conterrâneo, também ele cidadão de Marvila, ou perto que aquilo confunde-se tudo, e lá foi trocar o óleo ao carro para seguir para Mafra arranjar o raisparta do dente, oh caraças!

Vocês sabem lá o que é, pessoas giras, sair de casa, ir de carro mudar o óleo, ir até Mafra, entrar num consultório, em que o dentista parecia um ser vindo directamente de Marte (tal era o equipamento à prova de tudo!), depois de mais de 40 dias enfiada em casa... um filme!

Ah e tal estou farta disto! Estou farta de estar em casa... eu estava deserta por regressar a casa!... com a agravante de não saber se regressei com "o bicho" agarrado a mim ou não! Mesmo com todos os cuidados!...

Portagem!... bota o dedo no botão em que toda a gente botou, agarra no volante que o carro não anda sozinho e não pode ficar a encravar a portagem... será que alguém já pensou nisto?!?!... é que não dá para parar na auto-estrada para desinfectar mãos, botão, volante, manete de mudanças e o caneco!... claro que é impensável as Brisas da vida ficarem sem cobrar portagens, o que seria.... raios os partam, masé

Depois, e bem, mas faz-nos pensar que estamos noutra dimensão e sentir que o perigo é real, chegamos à clínica e após o check-in, que só de si já parece um filme de ficção científica (guiché com acrílicos, máscaras, gorros, fatos, óculos, tudo!... e bem, atenção!), a sala de espera é no próprio carro! Não fica ninguém dentro da clínica, para além da senhora da recepção e do dentista que está a assegurar, só e apenas, urgências. Nem ajudante há! Quando chega a nossa vez telefonam e entramos, só uma pessoa de cada vez!

O dentista, já vos disse apetrechadíssimo, só o reconheci pela voz! Nem os olhos se conseguiam ver em condições!... e somos amigos! Conhecemo-nos há alguns anos!... só um olá! O que aconteceu? Está tudo bem convosco? Adeus! 

Cadeira, só a de tratamentos! Ninguém ali fica mais do que o tempo necessário para fazer o tratamento que tem de fazer!

Acho bem! Muito bem! Medidas excelentes! Mas... e o medo?!? E o respeito que isto impõe?!... Não estamos para brincadeiras, apesar de muita gente achar que sim!

Quanto a mim, já tenho o dente impecável! Estou desejosa de lá voltar, o meu tratamento ficou a meio, com a certeza de que quando isso acontecer todas as medidas de segurança estão asseguradas!

Até lá, fiquemos em casa!

Uma vénia a todos os profissionais que arriscam a vida por todos nós! 

Não Vamos Todos Ficar Bem

Quarentena no Palácio #7

Vamos todos ficar bem!...

Tão lindo!!! Tão fofo!!! E tão verdade!!! Vamos todos ficar bem!... excepto aqueles que não vão ficar bem!... raisparta, teimam em finar-se, oh caraças, só para chatear a malta que quer que tudo vá ficar bem!!! Não vai! Lamento, ter de vos dizer isto assim, à bruta, mas vocês já são crescidos e aguentam!

Já teríamos até mais de 130.000 testemunhos se os mortos não fossem uns antipáticos do caraças e se prontificassem a falar! Mas não!... calam-se bem caladinhos!.... também, quem os pode censusar? Malta praí aos magotes, com arco-íris fofinhos aliados à frase (Ashtegue Vamos Todos Ficar bem!) e depois querem que eles falem! Eles que não ficaram nada bem! Eles e a as suas famílias... raio dos mortos que teimam em ter famílias que os amam e sofrem por eles... só para implicarem com a malta que acredita que Vamos Todos Ficar Bem! Onde é que já se viu, um morto deixar saudades, sofrimento e tristeza... já não basta finarem-se para rebentarem com a estatística do Vamos Todos Ficar Bem, ainda levam com eles arrastada a família! Estúpidos masé!!!

Os que ainda assim insistem que Vamos Todos Ficar Bem, façam o obséquio de explicar isso aos mais de 130.000 que já finaram assim como às suas excelentíssimas famílias.... mas filmem, por favor! Pode ser em directo no Instagram ou no Youtube... como vos der jeito! Grata!

Por último, e vai ser ainda mais à bruta do que vocês estão habituados, mas lá está, vocês são fortes e aguentam!, muitos de vós que põem o arco-íris e ashetegue Vamos Todos Ficar Bem vão finar com Covid-19 ou vão ter um familiar que vai finar!... quão irónico pode ser isto?!?...

Vá, deixem-se de merdices, agradeçam por estarem vivos e com saúde (parecendo que não dá bastante jeito!), fiquem em casa, até podem fazer desenhos para pôr à janela, por exemplo do Rato Mickey (que é um personagem conhecido e simpático), com o Ashtague Covid Vai-te Foder! Ou Covide Vai de Retro... Que são frases bonitas para se pôr à janela e, pelo menos, são verdadeiras e dão para expurgar o que vos vai na alma!... também podem pôr, Ashtague Cátia Vanessa Amo-te!... vale tudo! Menos Vamos Todos Ficar Bem porque não é verdade! Bale?

Agora que já reflectiram no tema, escrevam aí frases bonitas para colocarem à janela a acompanhar o Rato Mickey!... Fico à espera! E faço um post só com as vossas frases bonitas! Eu começo:

- Ide pó caralhinho Covide, raisparta! 

Não estamos todos no mesmo barco!

Quarentena no Palácio #6

Ah e tal estamos todos no mesmo barco!...

Oi?!?!... como disse?!? Estamos todos onde???... Ahahahahhahahahhahahahha!!!!! No mesmo barco, foi?!?!

Essa visão romântica da coisa seria linda não fosse dar-se o caso de o barco de uns ser uma jangada a meter água por todos os lados e o de outros ser um navio de cruzeiro, com staff e tudo!...

'Soas lindas da minha vida, não estamos todos no mesmo barco, bale? Com disse o senhor Marquês mais famoso de Marvila, estamos todos no mesmo mar, agora o barco que temos à disposição é absolutamente diferente para todos!

Era bonito, que era, não digo que não, quem sou eu!, estarmos todos cada um no seu paquete, com piscina e tudo!... extrapolando para a vida real e deixando de lado a metáfora mar/barco, que há malta que fica enjoada com o ondular das águas, seria fantástico termos todos uma casa com piscina, jardim, camas fofinhas, dinheiro na conta e emprego certo, vero?... mas não é vero! Nadica de nada!

Eu, por exemplo, não tenho sequer uma varanda!... é incompreensível, eu sei! Uma pessoa do meu estatuto deveria ter, pelo menos um jardim com piscina, não precisava de ser olímpica, que para além de feias comó raio custam muito a atravessar a nado... cansa! E vocês sabem que eu sou pouco dada ao cansaço!... Estão chocados, eu sei! Também eu me choco a cada manhã que me levanto e verifico que não tenho varanda quanto mais jardim!... mas se insistem, podem avançar com a vossa petição para acabar com este flagelo. Tanto palácio prái ao abandono, bem que me podiam dispensar um, raisparta!

Depois, e normalmente os dois andam de mãos dadas, que uma desgraça nunca vem só, já diz o povo (ou lá como é que vocês se chamam...), quem não tem jardim e piscina está muito mais perto de também não ter dinheiro no final do mês, ou até mesmo emprego... 

É adivinharam (vocês são do povo mas são espertos, oh catano! Por isso é que são meus leitores! ), eu não tenho jardim, nem varanda (eu sei que vocês já estão a tratar do tema!) e também estou a ficar sem provisões financeiras... trabalho por conta própria num negócio que não é prioritário... vocês sabem que trabalho maioritariamente no Verão e diz que este foi cancelado... por isso, vejam lá se avançam com essa petição rapidamente para eu ter um palácio em condições o mais breve possível, a ver se o vendo, oh catano!

Para além disto ainda temos aqueles que se queixam, parecem um papagaio janado, de que já não aguentam mais não poder ir respirar o mesmo ar dos outros, que não podem, que têm mesmo de sair de casa, que isto é tudo uma treta, que temos é de ir todos apanhar o vírus e a imunidade e blá-blá-blá... calem-se pá!!!! Ofereçam-se como voluntários para apanhar o Covid e libertem os inocentes que o apanharam e lutam pela vida!... pena não funcionar assim...  E no canto oposto há os desgraçados, com e sem covid , que falecem sozinhos nos hospitais! Sem direito a um abraço, a um beijo, a um amo-te! Sem saberem que cá fora há quem sofra por eles, e os que estão cá fora sem saberem como podem consolar os que amam e estão a morrer... morrer sozinho!... não imagino solidão e dor maior! Ver morrer sozinho!... não imagino dor maior!... não haver direito a um carinho, a um alento, nada! Como se fossemos coisas!... Parem de se queixar, porra!

Depois há a telescola, as vídeo-chamadas, e tudo e mais um par de botas para que as crianças, coitadas!, não percam o ano! (ainda gostava que me explicassem quantos pinguins morreriam no Ártico se a malta tivesse de repetir o ano ou se passassem todos!... não vale a pena virem práqui discutir este tema comigo, 'soas!... Os putos não vão aprender nada nem coisa nenhuma este período! É só para sossegar as almas desassossegadas que acham que os filhinhos entram directamente para a toxicodependência se chumbarem um ano ou tiverem passagem administrativa!... o Governo tem mais do que fazer do que ouvir-vos!) e há os que não têm Internet em casa, computador, que têm pais que nem a 4ª classe concluíram e que jamais os poderão ajudar...

Parem lá masé de dizer que estamos todos no mesmo barco, bale? Não estamos!

E vocês, como têm passado? O vosso barco é fixolas?

Olhá osga, oh raisparta!!!

Quarentena no Palácio #5

Ora então cá estamos, não é verdade?!?!... Ora na sala, ora no quarto!... às vezes na casa de banho, local que tenho evitado pois andou bastante mal frequentado... um raio de uma osga resolveu visitar a casa de banho aqui do palácio. Raisparta! Eu tenho pânico de osgas, cobras a lagartos.... e de algumas pessoas também! Mas isso é outro tema! Há por aí algum especialista em osgas que me possa esclarecer comécuraiodabicha se enfiou na minha casa de banho que não tem janelas e fica no meio da casa?!? Sendo que vivo num quinto andar, no meio da cidade, só prédios e nem uma osga eu consigo visualizar no lado de fora dos prédios?!?... é que já há uns anos se me deparei com uma na sala... raisparta!

Eu até compreendo que, em plena quarentena, a bicha não tivesse onde se recolher, afinal nem todas as casas estão receptivas a aceitar osgas e elas também querem ficar em quarentena. Eu sei que elas sabem (elas, as osgas) que aqui neste palácio não gostamos de magoar os animais, mesmo aqueles que nos causam pânico, comás osgas, raisparta! Vai daí que, quando a Aspirante Mai'Nova se me entra no quarto, eu já estava quase a dormir, e diz: Mãeeeeeee..... (Com cara de terror) está uma osga na casa de banho!, eu começo a hiperventilar, com a voz a sair directamente do estômago, digo: Vai chamar o teu pai!... o senhor Marquês que estava na sala a ver um jogo de futebol prái de 1980 aparece e diz: Mas o que é que querem que eu faça?... ora, isto não se pergunta a uma pessoa que está a hiperventilar, agarrada ao pescoço, e a chorar sem lágrimas (sabem lá vocês a dificuldade que é chorar sem lágrimas, senhores!). A pessoa, eu!, ainda diz: Tu não a mates!, quando ouviu isto a Aspirante Mai' Velha, que como a sua mãezinha é defensora dojanimais, salta da cama, aparece e diz:

AMV (Aspirante Mai'Velha): Deixa-me ver a osga! Tão fofa!...

Eu (a hiperventilar e com substancial dificuldade em articular palavras): Tu cala-te, masé!

AMV: Oh mãe, não é preciso ficares assim!!! Tadinha da Osga!...

Eu: Aaaarrrrrgggghhhhhhh.... (barulho de pessoa a sufocar com falta de ar)

AMN (Aspirante Mai'Nova): Ai, se soubesse que ficavas assim não te tinha dito nada!

Eu, quando me apercebo da possibilidade de ter uma osga em casa sem que ninguém me diga nada: Não te atrevas!!!! Nem sonhes em fazer uma coisa dessas!

Marquês: Como é que que apanho a osga sem a matar?

Eu: Pega numa caixa plástica encosta à Osga e depois fechas!

Marquês: E depois o que é que eu lhe faço?

AMV: Tu não a mates!

Eu: Nem te atrevas a matar a osga!

Marquês: É só uma osga! Ainda se fosse um leão!!!

Eu: Mais valia!!! Mas um leão não cabe no respiradouro da casa de banho, nem nas frestas das janelas... por isso jamais podia ser um leão!

Osga:  Fónix que da próxima mais vale a apanhar o Cóvides, oh catano! Tudo doido!

Marquês põe a caixa na osga, tapa a caixa, põe a osga no parapeito da janela e a osga pirou-se... cá para casa não foi porque, não só é uma osga com juízo como, eu fechei as janelas todas!! 

Entendidos de osgas, please, alguém me diz porque gostam as osgas deste modesto palácio? E já agora, o que fazer para que deixem de gostar?... sugestões que não envolvam sangue nem mortos, bale?

Ps. Eu acho que a bicha entrou pelo respiradouro da casa de banho, raisparta!

Ps1. O Marquês quer repor a veracidade dos factos e diz que não era uma osga mas sim uma micro-osga!... 

Ps2. Micro-osga ainda é pior... escondem-se mais facilmente, catano!

E vocês de que turma são?

Quarentena no Palácio #4

Isto de estar fechado em casa (a salvar a humanidade, onde nós nos incluímos), motiva a malta a fazer ginástica, trabalhar, limpar, arrumar, fazer TPC's com os putos... "ele" é bolos, "ele" é ioga, "ele" é mudar toda a decoração da casa, "ele" é fazer 10 cursos ao mesmo tempo (mandarim, tricot, plantar tomates... sei lá! Quilos de cursos), "ele" é mortais encarpados à rectaguarda... e eu aqui, sentada! A ficar extremamente fatigada só de vos ver, caneco!

A minha vida nos últimos tempo tem sido, descansar... sabem lá vocês o que me custa, até fico a arfar, catano!, ir ao Instagram lá pelas 10  da manhã e ver toda uma frenética actividade de agachamentos, abdominais, saltos, pranchas... depois bolos, pães, putos lindos e imaculados logo pela manhã, malta que acabou de sair do cabeleireiro... o que duvido, já que estão fechados... portanto é malta que acorda de madrugada para fazer toda uma mise, maquilhagem, já tapou os brancos com aquela tinturaria comprada na única mercearia do bairro (Chiça!, pensou a D. Gertrudes, estava a ver que nunca mais despachava aquela tinturaria que práli tinha desde 1910... só espero que não lhe caia a cabeleira!...). Eu abro a pestana, vejo tamanha actividade e só me apetece enfiar na minha caminha a descansar. Digam-me pessoas, vocês que nunca subiram 3 degraus de seguida sem descansarem, onde vão buscar energia para tanto agachamento, pranchas, abdominais e o catano?

Já eu, encarnei definitivamente uma lontra e limito-me a arrastar o real traseiro da cama para o sofá... às vezes até aqui à mesa para vos escrever e fingir que trabalho qualquer coisita... mas tenho cozinhado todos os dias. Também, não posso deixar a maltinha aqui de casa passar fome, não é?!... eu até gosto deles e, parecendo que não, também tenho fomeca, ou apetite, como queiram!

Mas a verdade, verdadeira, é que tenho muito pouca vontade de fazer nadinha! Para além de ver séries, navegar na net, conversar com a maltinha aqui de casa, dar festas à Diaba, jogar às cartas, ao Trivial, ao Cluedo, não me apetece fazer nadinha!

E por aí, quem é da turma que não sossega o traseiro e quem é da turma que não o levanta do sofá?! Contem-me tudo!!!