Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

A Marquesa de Marvila

Aqui não se aprende nada... Lêem-se coisas escritas por mim, parvoíces na maioria das vezes mas sempre, sempre verdades absolutas (pelo menos para mim).

Desafio das 52 semanas: Semana 42

20817683_bPD0p.jpeg

 


Pronto! Andava isto tão certinho e direitinho e pumbas! Falhei na sexta.feira, catano! Lá vai disto, à segunda-feira!

 

Queres acertar no meu presente? Então dá-me...

Ui.... Vocês vão criar um monstro difícil de domar...  se eu me ponho aqui a debitar o que quero nunca mais me calo... não sei se vocês estão dispostos a tirar 10 anos da vossa vida para me lerem... têm mesmo a certeza que querem saber o que me vão oferecer no Natal?... vá, isto dividido entre todos, cada um dá uma coisa, não custa nada e a Marquesa fica-vos para sempre agradecida, até escrevo um post individual para cada um a enaltecer as pessoas espectaculares que vocês são... como vêm, aqui a Marquesa é uma santa pessoa... nada interesseira... o que conta é o amor que vocês têm por mim e a forma de o demonstrarem é começarem a abrir os cordões à bolsinha... vá, organizem-se para não me darem presentes repetidos, bale? Que é uma maçada ir às lojas trocar presentes. Ora, cá vai disto:

- Viagem a Nova Iorque, em família. Que aqui no palácio para onde vai um vão todos... é mentira! Mas no que toca a Nova Iorque, ai de algum de nós que vá sem os outros! Era o fim de uma família harmoniosa e feliz e vocês não querem isso, pois não? Por isso são 4 bilhetes (que a Diaba não faz questão de ir, diz que é muito possidónio), 10 dias, hotel em Manhattan (pode ser na Broadway, nós não somos esquisitos) com pequeno almoço... o resto a gente amanha! (vêem como sou modesta a pedir?).

- Passagem de ano num cruzeiro nas Caraíbas, para 4, mais uma vez. Se se quiserem organizar em condições é combinarem e aproveitamos a ida a Nova Iorque, escusamos de andar para a frente e para trás, que isto de atravessar o Atlântico de avião é cansativo... se bem que a nado deve ser pior, mas também só um parvo é que o faria, certo? E vai-se a ver, só com uma travessia ainda poupam algum.

- Se forem muitos e as duas viagens anteriores já tiverem sido compradas, podem sempre ver aqui as melhores viagens para o Natal... se mesmo assim não vos chegar, vocês digam-me que se arranja mais sítios... há muito mundo para descobrir!

- Um carro novo. O nosso já não vai para novo e vocês sabem bem como o nos tem dado algumas maçadas... Marquesa que é Marquesa não gosta de se maçar... é aborrecido! Vai daí que um carrito novo, dava jeito. Uma carrinha, a gasóleo. Para não vos fazer andar à procura, desesperados, que a oferta é grande nós podemos adiantar 2 ou 3 modelitos que iam bem. Entre Mercedes, BMW ou Volvo/Audi... O que é?!?!... não vos estou a pedir um Porsche, pois não?... 

- Uma casa maior. Aqui o nosso palácio está a tornar-se apertadinho para todos... as aspirantes querem um quarto para cada uma, a Diaba quer mais cantos para poder dormir as suas 300 sestas diárias, está farta de dormir sempre nos mesmos locais, coitada! Também a entendo! É cansativo!

- Livros! Muitos! Pode ser um freepass para a Bertrand, que eu sou moça que gosta de vos facilitar a vida e não quero que percam horas a escolher livros, e depois ainda tinha de os ir trocar e era uma canseira para todos. Assim, é um freepass, eu escolho e depois vocês no final do ano vão lá pagar, ou façam como entenderem que isso já não é comigo.

- Se não vos der jeito comprar isto, se não gostam de listas, se se maçam a fazer compras então é lançarem para as estrelas (Sol incluído), anjos, fadas e Universo em geral, as vossas preces para que eu tenha muitos trabalhos este novo ano, que haja muitas adjudicações que em calhando eu até consigo comprar tudo sem vos dar muito trabalho.

- Se mesmo assim me quiserem oferecer qualquer coisinha é continuarem a ler-me, a mostrar o meu blog aos vossos amigos, familiares, cães e gatos (eles costumam apreciar bastante a minha escrita), podem mostrar também aos inimigos e à vizinha chata, que em calhando até são pessoas de bom gosto e enquanto lêem o blog não vos chateiam... só vantagens!

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 41

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ora cá estamos, não é?!... para mais uma semana de desafio. E eu, cheguei a tempo, mais uma vez! Ai que eu estou a atinar com isto!!!

As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são:

O próprio do relacionamento amoroso!!!! Aahhahahahahahah!!!!! Não é nada! Estou a reinar! (Sóquenão)...

Há muita coisa difícil no relacionamento amoroso, depende de pessoa para pessoa. Eu não suporto o seguinte, e desde já vos digo que salto fora (agora já não que já tenho quem me ature há mais de bintianos, catano!):

Ciúmes! - Vá de reto, Satanás! Cruzes, canhoto! Toc-toc-toc (eu a bater 3 vezes na madeira)... só de pensar já fiz figas, benzi-me e rezei 50 mezinhas... chiça!... já me recompus!

Mentira - não suporto mentiras no geral! E, bem vistas as coisas, no particular também não. Tenho dificuldade em voltar a confiar após uma mentira!

Confiança - não concebo a ideia de partilhar a vida com alguém em quem não confio. Não dá! Se não há confiança não há amor... sorry!

Querer mudar o outro - "gosto muito de ti mas vai daí e já mudavas umas coisinhas..."... !!! Não gostas da pessoa, gostas do que ela representa, da carinha laroca, dosjólhos lindos, etc, etc...

Gémeos!!!! - somos namorados, amantes, casados, o que for... mas não somos gémeos, bale? Eu sou eu e tu és tu, capisci? Não há cá páginas de facebook em conjunto, um somos inseparáveis, um para onde vai um vai outro, nem a correspondência de um é a correspondência do outro, o código de acesso a tudo e mais alguma coisa é dos dois... !!!... nada disso! Amor é amor, respeito e privacidade são outra coisa, que faz parte, eu aprecio e não suporto o contrário!

Não vou falar do óbvio que é a violência, sob que forma for! Seja física ou verbal! É inadmissível e não é amor! 

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 40

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ora cá estamos nós (eu) para mais um desafio... desta vez a horas, catano!!! Foguetes, fanfarra, confetis para mim!!!! Yeaaahhhhhh!

Ora então, os meus cheiros preferidos são...

Eu sou pessoa muito sensível a cheiros, vero! Sou pessoa que não gosta de coisas (nem de pessoas) a cheirar mal... quando estava grávida foi uma desgraça porque toda esta questão ficou amplamente exacerbada... houve um episódio na minha vida que vocês sabem lá... um filme, caraças!... vocês nem imaginam... coisas que só a mim me acontecem... pronto, está bem!... não insistam mais... eu conto!!!

Uma vez, eu gravidérrima da aspirante mai'velha, chego a casa e deparo-me com um cenário de guerra! Mas não uma guerra qualquer... uma guerra nuclear! Um caos! Um cataclismo! Eu abro a porta, e só tenho tempo de ir a correr para a casa de banho... 
.
.
.

- O Marquês acabou de passar por aqui e disse: Tu não vais contar essa história, pois não? - Mas eu vou! Vou contar tuditudi!!!
.
.
.

Onde é que eu ia?!... Ok! O cenário era dantesco! Os dois espécimes caninos que habitavam esta casa fizeram o impensável, ora atentem, e se quiserem podem ir buscar o balde (just in case...):

Foram ao lixo!... - Eh pá o Marquesa, só isso?!?!... Isso todos os cães fazem uma vez na vida!... - Calma, pessoas! Ainda não terminei!

Eles foram buscar todo o lixo que existia no caixote, que por sinal estava cheio, cheiinho, espalharam-no pela cozinha e hall  (espaços onde podiam circular à vontade quando nós não estávamos em casa). O lixo era maioritariamente composto por fruta e restos de comida... tudo espalhado! Agosto de 2003 (se isto não vos diz nada, vejam aqui), as temperaturas não desciam dos 35º... um bafo irrespirável... Eu, grávida... lixo pela casa... só me lembro do cheiro e de ver uma casca de meloa no chão que tive de evitar pisar na minha corrida para a casa de banho... vomitar, claro está!

Quando regresso da casa de banho... o cheiro invade-me como uma chapada na cara... o calor... pensei: Morri e cheguei ao inferno, catano! - Mas não! Infelizmente aquilo não era o inferno, apesar de parecer, mas sim a minha casa e era preciso alguém limpar.. olhei para um lado, olhei para o outro e assim à primeira vista só lá estava eu para limpar... os dois imbecis fofinhos estavam de orelhas para trás, com olhos infelizes e nem se mexiam.... vi logo que não vinham ajudar...

Mãos à obra... começo apanhar o lixo e deparo-me com cocó... sim, leram bem! Os sacanas ainda fizeram cocó... e quando já nada parecia poder piorar, quando regresso pela segunda vez da casa de banho, reparo que a louca da cadela tinha comido cocó... a boca dela cheia de cocó... um nojo!... e assim passei um "bom" bocado a apanhar restos de comida, restos de fruta, um calor dos infernos, cocó, eu grávida, a escorregar no lixo, na aguadilha do lixo... e a ir vomitar volta e meia...

Bem, não vos maço mais! O objectivo era levar-vos lá a baixo para depois considerarem que os cheirinhos que eu mais gosto são incríveis . Ora cá vai disto, agora é que é! Ainda aí estão?... neste blog só ficam os rijos, catano!

Àlaber:

- Baunilha! Adoro o cheirinho a baunilha. Velinhas com cheirinho a baunilha é tão bom!!!... mas não gosto do sabor a baunilha;

- Canela! Coisa boa! Cheirinho a canela! E esta já gosto do sabor. Menos de bolo de canela. Não gosto nadica de nada de bolo de canela;

- Por falar em bolo: Cheirinho a bolo acabado de fazer... que maravilha!!!

- Cheiro a café! Aquelas lojas antigas que vendem café, sabem? Adoro! Era capaz de lá passar o dia!;

- Cheiro a pão quente, logo pela manhã, da padaria que havia por baixo da casa da minha tia em Tomar!!! Sabem lá o que é acordar com o cheiro a pão quente lá pelas 6 da manhã e depois ter a minha tia e/ou avó a  levarem-me o pãozinho quente com manteiga à cama... saudades!;

- Cheiro a roupa de cama lavada! Não há melhor do que me deitar numa cama acabadinha de fazer... e aquele cheirinho maravilhoso.... hummmm;

- O cheiro das minhas filhas... desde que não tenham acabado de chegar da escola que aí é um fedor que não se pode... um minuto de silêncio pelo professores que passam o dia fechados nas salas de aulas com o cheiro nauseabundo dos adolescentes (suor, chulé... bleaachhhh);

- O cheiro da minha escola primária... já não o sinto ao vivo há anos, mas ainda está no meu nariz...

Eu sou pessoa que atribui cheiros a tudo, assim como cores!

Posto isto, espero que ainda aí estejam e que voltem sempre! 

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 39

 

 

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ai catano... agora é que é!!! (com uns dias de atraso, como já vem sendo hábito...)

As minhas melhores qualidades...

Ora bem... qualquer semelhança com o desafio da semana bintium é pura coincidência. Álaber....

As minhas qualidades (não há cá qualidades melhores ou piores) são... tcharammmm....

Todas!

Eu sou um poço de virtudes! A nora que toda a sogra deseja! Uma jóia de moça! Eu sou quase santa, senhores, quase! Eu sou... JÁ CHEGA, Catano! As pessoas já perceberam que és dada ao exagero e à deturpação da realidade, agora debita lá as tuas melhores qualidades, masé!

Pois, não sei! Enquanto que os defeitos saem com alguma facilidade, eu sou muito auto-critica (não parece, mas sou!), já as qualidades... demoram um pouco mais a debitar. (Oh eu a enrolar, a ver se o tempo passa e eu não tenho de debitar nada!...). Tenho de pensar... hummmm-hummmm- ora bem...

Sou capaz de ir perguntar a quem me conhece... e isto não é falsa modéstia, de todo! É mesmo uma incapacidade minha. Até porque considero que nos é muito mais útil reflectir sobre os nossos pontos de melhoria do que sobre aquilo que fazemos bem. Tenho dificuldade em analisar as minhas qualidades... será que não as tenho?... 

Pensando bem, acho mesmo que nem as qualidades nem os defeitos pontos de melhoria (gosto mais!) nos definem. Não considero que nós sejamos isto ou aquilo. Nós podemos fazer isto ou aquilo mas não o somos. Até porque acredito na mudança e o ser é algo que não se pode mudar. Ou seja, eu dizer uma mentira não faz de mim uma mentirosa; o eu ser normalmente honesta não faz de mim honesta (quem não cometeu já uma desonestidade mesmo assumindo-se como super honesto?).

Portanto aquilo que vos posso dizer da Marquesa de hoje é o seguinte:

- Pessoa que pratica actos maioritariamente honestos e não aprecia a desonestidade;

- Pessoa que pratica actos maioritariamente justos, ou tenta, vá (que o conceito de justiça não é lato. O que para mim é justo para os outros pode não ser!);

- Pessoa que adora animais e até hoje não foi capaz de os maltratar (o que não quer dizer que não tenha já dado uma chapitola, com amor, à sua Diaba);

- Pessoa que pratica maioritariamente o bem (o que quer que isso queira dizer... mais um conceito que não é lato)...

Enfim... as características de cada um podem ser boas ou más consoante a pessoa que as analisa. Ser absolutamente sincero é, para muitos uma qualidade, para mim não é! Até que ponto a minha sinceridade e honestidade me dão o direito de magoar o outro, com um "Eh pá não gosto nada das tuas calças!... temos pena, sou honesta!"? Para mim, as pessoas que se escudam na sinceridade para dizerem e fazerem tudo o que querem estão a obedecer ao seu ego sem se preocuparem com o impacto que isso tem nos outros.

Ninguém é absolutamente nada! Nem bom nem mau!

É tudo por hoje! Lamento desiludir-vos acerca das minhas qualidades.... 

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 38

20817683_bPD0p.jpeg

 

Ora voltamos às segundas-feiras, pois então.... e pois então cá vai:

Desculpa, mas acho reles...

Eh pá... tanta coisa, mas tanta coisa que nem vos passa pela ideia! Mas como não quero que tenham que ler este post em vários capítulos, qual romance de 400 páginas, vou resumir. Falar-vos-ei daquilo que acho mesmo, mesmo, mesmo muito reles, claro que correndo o risco de deixar tantas outras coisas igualmente importantes de fora.

Uma das coisas que acho mais reles é a apetência, o regozijo, a idolatração do sofrimento animal. Não consigo conceber, entender, mesmo que faça o pino (que não faço, atenção... ainda tenho amor às minhas costas, cabeça, braços, e por aí fora) para ver de outra perspectiva, não consigo entender e acho profundamente reles a incapacidade de empatizar com outro ser senciente que, não sendo humano, sofre, sente frio, calor, dor, alegria, pânico, êxtase, que brinca, que corre, que pula e que, pasmem-se, confia no ser humano... confia nas mãos que o cuidam, que o alimentam, que lhe dão guarida. Mãos essas que um dia o traem e o apunhalam sem dó nem piedade, que o atiram para uma arena onde uma quantidade, apesar de cada vez mais pequena (não há quem segure a evolução, felizmente) ainda é considerável (1 pessoa, nestes casos, é uma multidão), de pessoas aplaudem e gritam "Olé", gritam, riem enquanto há um ser senciente (tão senciente como os demais) que sofre, sangra assustado, com dores e medo, enquanto lhe espetam farpas no lombo, sob os mais variados argumentos: é tradição (este é tão mas tão inqualificável... como se a tradição justificasse alguma coisa para além da falta de argumentos); é arte (?!?!?!?!.... a sério?... há quem consiga ver arte no sangue e no sofrimento em directo e a cores?!?...); o bicho não sofre (as crianças há 100 anos também não tinham alma! Agora já têm, felizmente!); o animal gosta (sim! Para muito "boa" gente a mulher também gosta de levar porrada...).... E por aí fora! Não interessa o argumento! Não interessa se há quem gosta! É reles, profundamente reles gostar de ver outro ser a sofrer, seja ele um cão, um gato, uma zebra, um touro... 

Outra coisa que acho profundamente reles, que me revira as entranhas, que me faz ter vergonha da espécie à qual pertenço é a injustiça, principalmente quando esta vem hipocritamente castigar as vítimas... sejam elas quem forem! Ninguém tem o direito de magoar ninguém, seja qual for o pretexto (tal e qual como o caso referido no parágrafo anterior). A luta do mais "forte" (não considero forte quem não está taco-a-taco com o outro) com o mais "fraco" (não considero fraca uma vítima de abuso), o abuso sob que forma for é repugnante. Uma pessoa é tão mais reles quanto consegue abusar de outra. Falo do machismo, da xenofobia, da homofobia, racismo... é reles! É nojento! É repugnante! Principalmente porque quem o é acha-se superior e como tal considera ter o direito de abusar do outro. Porque para gente assim o outro não é nada!

Ilustro o parágrafo acima com o caso da Injustiça proferida na passada semana no Porto, relativamente ao caso da mulher abusada sexualmente numa discoteca, por dois funcionários da mesma, quando estava inconsciente... aqui, o caso é ainda mais grave pois temos o tribunal, aqueles senhores que deviam defender as vítimas e castigar os agressores, a considerar que o abuso não deixou marcas graves, dado a senhora estar inconsciente (devido à ingestão de álcool) e porque os reles abusadores (homens à grande, ãh?!... para conseguirem seduzir uma mulher têm de a ter inconsciente e mesmo assim não conseguiram... tiveram de a violar! Valentes!) foram fofinhos e não a magoaram... Âh?!?!?... como disse, senhor juiz?!?... então, a ver se eu entendi... há a violação grave, a violação média e a violação fofinha, é isso?!... e se fosse com a sua filha, também fazia esta distinção? Quando é que vamos (como sociedade, e através da figura dos legisladores) olhar para todas as violações de forma igual? Uma violação é uma violação! Uma violação ocorre quando há relações sexuais não consentidas independentemente de ter deixado uma nódoa negra ou ou membros todos partidos. Uma violação deveria ter sempre pena máxima! Depois agravando-se consoante as ofensas corporais e físicas deixadas (mas seriam agravantes e nunca atenuantes). Não pode haver atenuantes para uma violação. A vítima até pode andar nua na rua, ninguém tem o direito de a forçar a ter relações sexuais. Quando é que vamos entender isto?....

Podia continuar por aí fora... há tanta coisa mesmo reles! 

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 37

20817683_bPD0p.jpeg

 

Presente!!!! Ora cá estamos, então... e eu que até ando a chegar a horas, catano!

O que, de melhor, o mundo virtual me trouxe/traz?

Ora bem... escrever! Escrever sem ser para apenas para mim e para o boneco (esse querido que ama de paixão tudo o que eu escrevo e faço! ). 

O mundo virtual tem-me dado coisas para lá de boas. Conheço blogs fantásticos, aprendo coisas novas, conheço espaços e produtos, aproxima-me de quem está longe. Também tem coisas más, como tudo na vida... esta dicotomia da vida que não consegue limitar-se à parte boa, tem sempre de haver um reverso... Mas pensando apenas nas partes boas: O mundo virtual já me trouxe de volta amigos que julgava perdidos pelo tempo e para sempre, vejamos:

- Ex-colegas e amigos de escola que julgava que nunca mais iria ver e que, não só revi, como me ajudou a organizar um jantar com muitos deles. Evento a repetir bi-anualmente, e que foi pra lá de fantástico!

- Reencontrei, há bem pouco tempo, amigos meus de infância, da minha vila em Lisboa que já pouco existe e que me habita o coração para sempre e de forma presente. 

Traz-me a possibilidade de conhecer as pessoas, o ser humano, mais uma vez, com tudo o que isso tem de bom e de mau. Eu sou fascinada pelo ser humano e pelos seus comportamentos sociais e sociológicos.

Ajuda-me a exorcizar o que me atormenta, a enfrentar o futuro com mais alegria, e colocar humor na minha doença crónica, a relativizar o que não interessa, a gostar mais de mim.

E depois trouxe-me VOCÊS! Vocês sois os maiores! Ter pessoas aí desse lado, que nunca me viram mais gorda (e se eu já estive mais gorda, senhores... também já estive mais magra... mas isso agora não interessa nada!) e que me lêem, que me dão um ombro amigo, que têm a palavra certa para me dar em momentos menos bons, que se preocupam comigo, que se riem comigo e de mim... isso é o melhor do mundo virtual. Saber que há quem goste de ler A Marquesa de Marvila, saber que há quem pergunte por mim quando estou uma semana (shame on me) sem escrever, saber que há quem me destaque/recomende, como a Bruxa Mimi, a Joana, a Fátima ou até mesmo os destaques do Sapo (já foram alguns e eu nunca fiz referência a isso...). E quando o Triptofano me convidou a participar no seu blog. Ai senhores, que isto já perece o discurso do vencedor dos Óscares... Não é! Acalmem-se que não vai aparecer por aqui o Brad Pitt (com alguma pena minha) ou Leonardo Di Caprio (com muita pena da aspirante mai'velha e... minha também, vá!) nem a Angelina Jolie (bah!!! Também não interessa nada...).

E pronto! É isto! O que eu retiro de bom no mundo virtual é 100 vezes mais do que o que retiro de menos bom!


Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 36

20817683_bPD0p.jpeg

 

Oh eu, tão linda a cumprir a data do desafio... 

Morro de preguiça de...

Bem, meujamigos, isto parece que está feito para mim... Eu sou pessoa dada à preguiça, essa é que é essa. Gosto bastante de preguiçar e não tenho nenhuma vergonha disso. Não acho nada que pessoa decente (o que raio é isso?!?...) deva ser hiperactiva. Conheço muitos hiperactivos que não valem um chavo, assim como preguiçosos (uns maravilhosos e outros... era mandá-los ir dormitar para outra galáxia!).

Ora pois muito bem, se há coisa que me dá vontade imediata de me atirar para o sofá e fingir que morri é o acto de me levantar da cama! Vero! Já vos disse por aqui, muitas vezes até, que sou pessoa com bastantes necessidades ao nível do sono... não sou pessoa que se contente com 8 horas (quem é que inventou esta mentira de que um adulto deve dormir 8 horas?!?...). Eu sou pessoa que dorme, à vontade, vontadinha 10 horas, no mínimo... se me derem 12 horas de sono profundo e revigorante, também não me queixo. Vai daí que o acto de me levantar da cama me dá uma preguiça desgraçada. Até porque raras são as vezes em que consigo dormir mais do que 8 horas, e já se sabe que Marquesa com apenas 8 horas de sono, está em défice...

Depois há outra coisa que me dá uma preguiça tal que chego a paralisar, que é... Todas as tarefas domésticas em geral e todas, também, em particular. Odeio! Abomino! Não quero gostar! E, mais uma vez, não tenho vergonha nenhuma disso. Só tenho mesmo pena de não ter uma empregada doméstica.... mas pronto!

É isto! Já no que toca a passear, viajar, escrever, conversar não sou nada preguiçosa... É verem-me a 100 à hora em qualquer uma destas actividades! Siga!!! Bóra lá, peeps!!


Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 35

20817683_bPD0p.jpeg

 

As minhas piores compras foram...

Ora bem pessoas, estão a falar com uma Marquesa que nasceu no mês de Setembro, ou seja, é uma virginiana, vai daí que raramente compra coisas sem pensar 4950 vezes se, como, quando e onde vai precisar de tal possível-nova-aquisição. A maior parte das vezes fica na loja! É! Eu sou péssima para comprar coisas... mas adoro comprar coisas. O que se passa é que a maioria das vezes gosto, pego e penso... e quando eu demoro mais de 1 segundo a pensar... foste! Já não vem para casa. Lojas com fila para pagar são do melhor para a minha carteira. Eu levo 10 peças na mão, e à medida que vou esperando e a fila vai avançando, dependendo da velocidade da mesma, posso mesmo sair da loja sem levar nada... vou largando peças pelo caminho! É! Sou péssima!

Ora bem, como já tive oportunidade de dizer à Bruxa Mimi, as compras que mais vezes me correm mal são... sapatos! Eu sou muito sensível ao nível do pé (pé de nobreza é assim) e muitas vezes os sapatos magoam-me. Resultado: Compro poucos sapatos! Tenho umas Birkenstock (Olha eu a ver se eles me patrocinam!!! Birkenstock, fofos, sois os maiores ao nível da chanata!), que comprei há uns 4 ou 5 anos na Amour d'été (publico porque me saíram muito mais baratas, chegaram em 3 dias e correu super bem o atendimento. Recomendo! - Fónix, que isto está a ficar sério... até já recomendo coisas, camandro!) e ando um Verão inteiro com elas nos pés. É que raramente troco de calçado, a não ser que tenha um trabalho mais formal e vai daí calço uns mocassins que são super-confortáveis... "Eh pá! Pára lá masé de falar em sapatos e pés, oh caraças... Ninguém quer saber!". Pronto! Parei!

Depois faço más compras ao nível da comida...  Gelados, chocolates... gordices que só me fazem mal e, lá está, engordam comó diabo!

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 34

20817683_bPD0p.jpeg

 

Livros que eu acho que toda agente devia ler....

 

Pois... todos! Todos os livros que lhes despertem interesse.

Quanto a mim a questão não é tanto os livros que as pessoas deviam ler mas sim, as pessoas deviam todas ler livros. Isto digo eu que sou uma leitora compulsiva, que tenho a aspirante mai'velha leitora pra de compulsiva e uma aspirante mai'nova que me diz: Não percebo como é que se gasta dinheiro em livros?!...  Shame on her... é o desgosto de sua mãezinha esta falta de apetência para a leitura. E eu já tentei de tudo para a fazer ler. Já ameacei, já subornei, já obriguei, já pedi por favor, já... tudo! Basicamente tudo! E ela, nada! Consegue ler um livro ou dois por ano, e é a muito custo, senhores! E só eu sei o que ela está a perder. Ela perde todo um mundo de viagens, de conhecimento, de imaginação... ela perde a possibilidade de estar longe, de visitar lugares, de conhecer pessoas, coisas e animais... ler é tão melhor do que ver um filme (apesar de eu adorar um bom filme)...

Se eu mandasse, toda a gente nasceria com o gosto pela leitura. Quem não gosta de ler não sabe o que está a perder!

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano

Desafio das 52 semanas: Semana 33

20817683_bPD0p.jpeg

 

Mais um mesmo, mesmo atrasadito... coitado! Mas cá vem ele:

Tenho medo de...

Ahahahahhahahahahahah!!!! A sério?!... Tiraram 10 anos da vossa vida para ficarem a conhecer os meus medos?!... São tão queridos e interessados na minha pessoa... Eu só não sei se tenho tempo, dedos, e eletricidade para ficar aqui cerca de 10 anos a escrever sobre os meus medos...

Vocês sabem lá a minha vida... vocês sabem lá o que é ter medo de... ora bem... errrrrr... de tudo! Basicamente é isso... medo de tudo e de mais alguma coisa!

Para me consolar bem consoladita tenho como mantra: A coragem só existe em quem tem medo!

E pronto, vai-se a ver e eu sou uma pessoa extremamente corajosa! Só posso mesmo ser, senhores... viver todos os dias, sem falecer, sem me trancar em casa (pensando bem, é melhor não... pode haver um incêndio e depois estou aqui trancada... ou pode-se dar o caso de a casa ser assaltada comigo dentro... ou... pára! Pára já imediatamente! O raio da Marquesa... ainda assustas as pessoas!), requer uma dose absurda de coragem! 

Sabem lá o que é ir andar de carro a achar que vou ter um acidente. Ou, ir ao dentista (fui lá ontem!!! Yeahhh!) a achar que após a anestesia vou ter um choque anafilático e finar-me ali. Ou, pensar em cobras (credo, cruzes, catano...) e... é melhor não pensar em cobras... Ou, deixar a diaba no campo de férias e achar que ela vai fugir, que vai magoar-se, ser mordida ou até mesmo comida por outro canídeo... Ou ver a aspirante mai'nova a fazer um mortal e... pára!!! Pára tudo já imediatamente!!! Ou a aspirante mai' velha a ir ao NOS Alive (e não me levar, a sacana!) e perder-se para lá...

A minha vida é muito complicada, pessoas giras! Para a viver com o mínimo de sanidade (ahahahahahahahhahaha!!!!! Palavra espectacular dado o texto...) eu tenho de arranjar coragem diária... isso e dinheiro para a consulta semanal com a minha dótora psicóloga...


Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Mimi, a Paula, o P.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano